É melhor não saber

Autora: Chevy Stevens
Editora: Arqueiro

     Sara está prestes a se casar e sente que nunca se encaixou totalmente na família que a adotou. Tem uma ótima relação com a mãe e com a irmã Lauren, mas um relacionamento complicado com o pai e a irmã Melanie. Ela procura então por seus pais biológicos, querendo resgatar seu passado.

    Mas nada é o que ela imaginava. O pai biológico, por quem sempre ansiou, é o Assassino do Acampamento, um serial killer que nunca foi pego, mas que ela conseguiu rastrear a história a partir de sua mãe biológica, que foi abusada por ele. 

    Quando sua história vaza na internet, John fica eufórico com o fato de ter uma filha e procura criar um vínculo com ela, acreditando ser sua chance de redenção. Enquanto isso, Sara acaba se envolvendo com a polícia, que a utiliza como isca para capturar esse criminoso há muito procurado, trazendo tensão e muito perigo para sua vida pessoal.

    Eu fiquei interessada pela premissa do livro, que é um grande "não mexa no que está quieto", mas me deixou bem desconfortável com a leitura. A autora traz a construção e desenvolvimento de personagens em uma área bem cinzenta, e achei algumas características e diálogos de John muito forçados para simpatizar com o personagem.

    Sara, por sua vez, está perdida em meio aos laços com sua família adotiva e essa procura pela família biológica. Ela se enxerga em algumas coisas nos pais biológicos, mas alguns traços ela preferia não ter visto em si mesma. 

    Eu gostei muito da construção de diálogos entre Sara e John, mas confesso que grande parte do livro me fez ter vontade de pular um pouco a história. As partes envolvendo os policiais e algumas relações de Sara com outros personagens foram um pouco tediosas e senti um pouco de artificialidade. 

    Fiquei curiosa para ler outras obras da autora, mas com a lista de livros infinitas que tenho, não sei se abrirei essa porta novamente. E vocês, já leram esse livro? Não esqueçam de comentar!

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!    

As Gêmeas do Gelo

 "As Gêmeas do Gelo. Porque elas nasceram no dia mais frio do ano, tinham olhos de um azul-gelo e os cabelos loiros quase brancos, como a neve."

Autor: S. K. Tremayne
Editora: Bertrand Brasil
Disponível no Kindle Unlimited

   Sarah e Angus Moorcroft tem uma vida perfeita: são extremamente apaixonados e pais amorosos de duas gêmeas idênticas, Lydia e Kirstie. Quando, em um terrível acidente, uma das meninas morre, a vida da família é destruída.
"Quase um ano depois nos casamos e, após quase dois anos de casamento, tivemos as meninas: gêmeas idênticas. E agora só resta uma delas."
   Procurando recomeçar após um desastroso ano e várias outras perdas em sua vida, o casal se muda para uma ilha escocesa herdada da avó de Angus, mas uma dúvida permeia a mente de Sarah: Kirstie revelou que na verdade houve um engano, que é Lydia. Em um cenário de isolamento, ela precisa se relembrar do que houve no dia que mudou a vida de todos, e chegar a uma conclusão de qual filha vive ao seu lado, e qual se foi.

   Fiquei interessada na sinopse da história e aproveitei que está disponível no Kindle Unlimited para pegar o e-book emprestado. Gosto muito de um suspense literário (na vida não é bom viver em incertezas, mas aprecio a investigação e a descoberta em uma boa história), e é uma história extremamente delicada, com o sofrimento de diversos personagens.
"Por que você continua me chamando de Kirstie, mamãe? Kirstie está morta. Quem morreu foi a Kirstie. Eu sou Lydia."
   Sarah tenta não pensar muito no acidente que tirou uma de suas gêmeas, e nem como a sobrevivente está sendo afetada. Toda sua esperança e expectativa está na mudança que farão e como talvez consigam resgatar sua vida familiar em um ambiente em que ninguém conheça seu passado. Mas uma revelação pesa em sua cabeça e a atrapalha a aproveitar esse recomeço.
"Eu preciso viver um sonho. Neste exato momento, é tudo do que preciso, porque a realidade tem sido muito difícil de suportar."
   O livro traz uma sensação de confusão muito grande em diversos momentos, sobre em quem acreditar, sobre o que aconteceu no acidente. É narrado em primeira pessoa, com o ponto de vista alternando entre Sarah e Angus. É difícil não se comover com a história dos personagens, mas ao mesmo tempo é difícil confiar em qualquer um deles.

   Fiquei um pouco confusa com o final do livro, sem saber se gostei ou não, mas de um modo geral eu aproveitei bem a leitura. Fiquei curiosa para conhecer a Escócia, parece um lugar muito bonito. E vocês, já acompanharam essa história? Não esqueçam de comentar abaixo.

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

On Stranger Prides

 ATENÇÃO: Esse livro contém conteúdo para um público adulto (maiores de 18 anos)

Autora: Amy Cecil
E-book disponível no K. Unlimited

   Esse livro traz um "e se" bem grande para Elizabeth e Mr. Darcy, os mocinhos de Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. Começando com um pedido de casamento desastroso, o livro conta a história do que acontece depois.

    Elizabeth rejeitou Mr. Darcy, e onze anos depois é uma duquesa viúva com um filho de 10 anos, que acompanha o pai em uma viagem para visitar a tia nas "Índias Ocidentais" (território atualmente conhecido como as ilhas do Caribe denominadas Antilhas e Bahamas). Na época, essa viagem só era possível através de navio, e durava semanas.

    Já Mr. Darcy mudou totalmente de vida. Ele agora é o capitão de um navio pirata, e vive no mar pilhando outros navios (Eu sei. Que? haha). É durante uma dessas pilhagens que seu navio, o Absolution (T.L. Absolvição), aborda o navio onde Elizabeth se encontra, e os dois são reunidos. Irreconhecível, Mr. Darcy, agora conhecido como Capitão Max Sterling, vê seus sentimentos serem trazidos a tona, e talvez uma chance de reconquistar a mulher que tanto ama.

   Eu me interesso por histórias de romance, piratas e gosto muito de Orgulho e Preconceito, então a sinopse me atraiu e fiquei interessada em como a autora levaria essa hipótese à frente. Eu gostei da escrita e fiquei cativada pelo andar do enredo, mas os personagens não me lembraram em nada Elizabeth e Mr. Darcy. 

   Elizabeth e Darcy tem atitudes discrepantes tanto com seus personagens originais quanto com seus personagens construídos nesse livro. Numa hora Elizabeth está super segura de suas atitudes e dois segundos depois ela age de forma totalmente contrária. E Darcy parece não se decidir sobre qual é sua personalidade.

   Ignorando essa ligação com o livro de Jane Austen, eu gostei da história. Ao manter essa conexão, o livro deixou muito mais pontas soltas e questões que não parecem verossímeis. Ainda estou curiosa sobre o que o futuro tem a trazer ao casal, e sei que há continuação, mas vou lê-la tentando ignorar que esses personagens deveriam ser os que eu já conhecia. 

   E vocês, já leram? Não esqueçam de comentar!

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Trevor e o bebê proibido

 ATENÇÃO: Esse livro contém conteúdo para um público adulto (maiores de 18 anos)

Autora: Jéssica Macedo
Amazon (Disponível no Unlimited)

   Diana é estudante de medicina e tudo o que seus pais adotivos sonharam: aplicada, obediente. Em uma noite, ela vai com uma amiga a um lugar inusitado: o Inferno. Um bar de motoqueiros em um beco sombrio em plena cidade. Totalmente fora de seu ambiente, Diana conhece Trevor, o líder e dono do lugar.

   Ela se entrega à Trevor e após esse único encontro passa a gerar um ser proibido, que vai fazer com que sua vida vire de ponta à cabeça, e com que sua vida e a de seu bebê sejam ameaçadas.

   Então. Diana é uma personagem sem personalidade. Ela quer muito agradar seus pais adotivos, não conhece nada do seu passado e tem uma relação abusiva com sua mãe e sua "melhor amiga". Fiquei extremamente irritada com a forma com que ela se relaciona com a amiga, que faz diversos comentários depreciativos da personagem principal. Já sua mãe, a pressiona extremamente e a trata de uma maneira estranha também.

   Trevor é o típico bad boy de livros. Trata a mocinha muito mal, ai do nada trata bem e a valoriza. É mandão e está acostumado a ser obedecido.

   A autora incluiu uma parte sobrenatural no livro que para mim não fez muito sentido nem na construção dos personagens nem na mitologia utilizada. Muitas atitudes dos personagens principais também não são verossímeis e nem compatíveis com as situações que estão vivendo. O livro traz descrições explícitas de sexo e senti falta de uma conexão maior entre o par principal.

   Essa história tem mais duas continuações, a primeira com o irmão de Trevor e a segunda com outro personagem. E vocês, já leram? Não esqueçam de comentar abaixo.

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Que seja doce

 "Palavras. Elas sempre tiveram o poder de me tocar de um modo especial, as faladas  podem realmente incomodar ao ponto de gerar em mim desejo de transformação. Mas as escritas, possuem um peso ainda maior."

Autora: Sara Fidelis
Amazon (Disponível no Kindle Unlimited)*


   Robin é uma jovem mãe que cria sozinha seu filho pequeno, Bernardo. Há cinco anos sua vida mudou completamente e ela abriu mão de seu maior sonho, a confeitaria. Vivendo de maneira a chamar a menor atenção possível, Robin vê tudo mudar novamente quando é transferida de emprego para outra cidade. 

   Dominic é um psicólogo que rejeitou tudo de sua vida anterior e agora está voltando à sua cidade natal para exercer sua profissão. Ele procura um colega de quarto para dividir o enorme apartamento que alugou, que se encaixa perfeitamente em seus planos. Um mal-entendido une os dois, que precisam aprender a conviver para seguir com suas vidas.
"Algumas rupturas não devem ser vistas como fracassos, mas como oportunidades de recomeços."
   Sou apaixonada por histórias com crianças ou bebês, e peguei esse livro emprestado por causa disso. Bernardo é uma criança adorável, e fiquei apaixonada por ele durante a leitura. Robin tenta se esconder do mundo através de roupas largas e uma atitude distante, não se envolvendo com ninguém. Dominic, por outro lado, só quer iniciar sua vida e ajudar outras pessoas.

   Me incomodou bastante durante a leitura essa questão da Robin se "disfarçar" de feia e as pessoas só verem a beleza dela depois que ela começa a se arrumar um pouco. Achei que esse clichê tinha ficado para trás com novelas e filmes dos anos 90. Há muito foco nisso e gostaria de ver menos comentários maliciosos por causa de sua "feiura". Na verdade Robin só não passa maquiagem, usa roupas maiores que seu tamanho e usa óculos. 
"Amizade, talvez? Mesmo isso, é algo novo e o que é novo me incomoda. Tudo que me tira da confortável zona que estabeleci para que viva meus dias é um incomodo."
   Ela passa por uma situação bem traumática quando está iniciando sua vida adulta, o que molda totalmente seus próximos anos. Gostei de ver a personagem evoluindo de acordo com o tempo passando, mas acho que algumas evoluções foram muito rápidas para o modo como ela foi construída. A relação dela e de Dominic é de cão e gato no começo, mas se torna uma amizade bonita de se ver. 

   Eu gostaria de vê-la se envolvendo com outras pessoas nessa nova vida além de Dominic, mas uma personagem que também conquistou meu coração foi sua avó, que mora em uma casa de repouso. Ela salvou várias cenas no livro e trouxe muitas risadas. Há também momentos de tensão no livro, mas vou deixar para vocês descobrirem essas reviravoltas. 

   No geral eu gostei da história e achei que o livro fechou bem a história deles. É sempre gostoso acompanhar uma pessoa se abrir novamente para a vida e para a felicidade, mesmo que seja no meio literário. E vocês, já acompanharam essa história? Não esqueçam de comentar abaixo :)

Mais citações do livro: 
"Mas as palavras quando bem colocadas, podem ser sentidas de um modo que você nem conseguiria imaginar."

"É muito difícil realizar uma tarefa quando seu coração não está de acordo. É dificílimo despejar terra sobre sua alma que clama por água."

"O mundo inteiro pode te estender a mão, milhares de oportunidades podem surgir, mas a única pessoa capaz de te fazer feliz e de te arrancar do poço em que caiu, é você."

"Você precisa ao menos tentar ser feliz, se acostumar com a tristeza é a pior escolha."

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Aquilo que realmente importa

 "Ame-se, como se merecesse"

Autora: C. Nan Bianchi

   Vanessa tem 24 anos e se dedica totalmente à sua carreira. Seu tempo de folga é gasto em compras, e ela ostenta um closet de fazer inveja. Sua vida pessoal acaba sofrendo com isso, e após tomar uma decisão que tem consequências irreversíveis, ela questiona seu modo de viver, seus valores, as pessoas que a cercam e o que ela quer da vida.
"Porque a triste verdade é que a gente só sabe o real valor de cinco minutos depois que eles já se foram."
   Esse livro foi como um passeio na montanha russa para mim. Ri, chorei bastante, pensei muito. Vanessa tem um emprego que ela não ama, mas que a permite ter um apartamento, carro, várias roupas e uma coleção imensa de sapatos. Com o tempo que se dedica ao trabalho, ela não vê sua família nem passeia com seus amigos. Quantos não estão nessa posição na vida real?

   O livro traz diversas situações e muitas reviravoltas. Vanessa abre seu coração e sua vida para novas possibilidades, mas esse processo de redescoberta não é feito só de sonhos e coisas boas, e ela precisa constantemente se relembrar de seus novos objetivos e se manter firme em suas decisões.    
"Se tu não toma as decisões nessa vida, os outros vão decidir no teu lugar. O problema é que é tu que vai ter que viver com o resultado disso, percebe?"
   Os personagens que vão sendo introduzidos são apaixonantes e vários deles me fizeram querer livros focados em suas histórias. Eu gostei do modo como a autora introduz lições de vida sem ser de uma forma de lição de moral, mas sim através das vivências da protagonista. 
"É emocionante descobrir que temos sim o poder de redefinir nossas próprias vidas."
   O ebook está disponível no Kindle Unlimited e tem 563 páginas, mas não se assuste por esse número, pois a leitura é muito gostosa e fluída. Uma curiosidade aqui é que no momento que escrevo essa resenha, já li a continuação (que será alvo de outro post), mas tinha certeza de que já tinha feito esse post rs. Gostei tanto desse livro que já tinha o post todo feito na minha cabeça.  
"Existir dores maiores no mundo não faz com que a sua doa menos, ela é tão legítima como qualquer outra."
   Queria deixar aqui um aviso para conteúdo sensível: o livro pode causar gatilho para violência doméstica e relacionamento abusivo. 

   Gostei muito de acompanhar parte da jornada da Vanessa e a forma como sua vida e seu pensamento vão se modificando no andar da leitura. Recomendo a leitura, mas aviso que não é uma leitura fácil emocionalmente. Não deixem de comentar suas impressões abaixo :)
"- E quer ambição maior que essa? - ele pergunta me lançando um olhar de desafio. - Ser feliz?"
*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!


Então, conheci minha irmã

 "A morte as separou, um diário as uniu."

Autora: Christine Hurley Deriso
Editora: Gutenberg

   Summer tem 17 anos quando recebe um presente de sua tia: o diário da irmã, Shannon, que morreu aos 17 anos, no ano em que sua mãe engravidou novamente. Resultado de um terrível acidente de carro, a morte de Shannon deixou um fantasma em sua vida: a irmã perfeita, inteligente e boa filha.

   Não tendo uma boa relação com os pais, Summer acredita ser uma decepção. A casa tem vários tributos à irmã que ela nunca conheceu, e não conversam muito sobre ela, claramente um ponto de dor e tensão em seu lar.

    Summer começa a ler o diário e acaba conhecendo melhor a família e aquela que nunca esteve presente fisicamente na sua vida, mas que sempre foi uma constante de comparação. Depois daquele verão, a vida da nossa protagonista iria chegar ao exato momento em que a de sua irmã acabou: o primeiro dia do último ano do ensino médio.

    Relações familiares tendem a ser complicadas. Summer tem uma referência em sua vida que nunca conseguiu alcançar, e com isso se sente sempre inferior. Ao mesmo tempo, ela gostaria de ter conhecido aquela que é uma grande parte de sua vida familiar. Receber o diário de Shannon é algo que balança tudo que ela pensou conhecer sobre seus pais e sobre sua irmã.

    Eu devorei esse livro, e apesar de ter algumas partes lentas, eu gostei muito de como a autora lidou com esse processo de descobrimento de Summer e com o processo de luto da família e da protagonista. Apesar de nunca ter conhecido a irmã, Summer sente que já sabia como ela era por uma visão passada por familiares, e é interessante ver como uma pessoa pode ter diversas facetas. 

   A leitura é muito delicada e fiquei feliz por ser um livro único, e não uma série. A história se completa nesse volume e a escrita é gostosa de acompanhar. Não gostei muito da capa, mas também que não é algo que me incomode muito. E vocês, já leram esse livro? Não esqueçam de comentar!

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Consequências de uma noite

 ATENÇÃO: Esse livro contém conteúdo para um público adulto (maiores de 18 anos)

Autora: Gisa SR

   Continuação de Luz da minha vida, esse livro acompanha a história de Nicolas Dangelo, o caçula da família. Ele é o clássico playboy dos livros, 30 anos, não se apega a ninguém. Os acontecimentos na vida do irmão Dean começam a influenciar sua maneira de pensar, e em uma noite ele conhece uma mulher mascarada.

   Encantado e seduzido nessa noite inesquecível, ele passa noites insones e procura encontrá-la sem nem mesmo saber o seu nome. Mas o amor pode estar mais perto do que ele imagina, e aquela noite pode se tornar inesquecível por muitos mais motivos.

   Eu sai da fofura do livro anterior e me choquei um pouco, pois esse livro é bem mais erótico, bem explícito. O protagonista está começando a ficar incomodado com o modo superficial com o qual se relacionava e ansiar uma relação como a do irmão, com amor. A protagonista é misteriosa e vamos conhecendo pouco a pouco o que ela almeja e seu passado.

   Uma coisa que gostei nesse volume é que algumas partes da história são intercaladas com o livro anterior, então temos outros pontos de vista. Os conflitos apresentados para o casal são bem clichês desse tipo de livro e da situação de vida dos dois. Não me incomodava tanto antigamente, mas tenho ficado um pouco sem paciência com pessoas que tem problemas de relacionamento por falhas de comunicação. 

   Foi uma leitura que me prendeu e um livro que li em um dia só. Consegui me divertir em várias partes e gostaria de ver um aprofundamento maior em alguns personagens, algumas coisas foram resolvidas de uma maneira muito apressada. E vocês, já leram essa história? Não esqueçam de comentar!

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Querido Edward

 "O ar entre nós não é simplesmente espaço vazio."

Autora: Ann Napolitano
Editora: TAG / Editora Schwarcz


   Edward, de 12 anos, está se mudando com os pais e o irmão mais velho, Jordan. Enquanto os móveis, roupas e pertences da família atravessam parte dos EUA pela estrada, a família viaja de avião. Além deles alguns personagens também fazem essa viagem: uma mulher que foge do marido controlador, uma que acaba de descobrir que está grávida, um investidor financeiro, um veterano de guerra voltando para casa e uma aeromoça cativante.

   O que poderia ser só mais uma viagem comercial pelo país acaba se tornando uma grande tragédia, quando o avião cai e só Edward sobrevive. Indo morar com os tios, ele precisa se recuperar fisicamente e tentar continuar sua vida de uma maneira totalmente inesperada. 
"Parece cruel que despejem suas emoções nele quando sua própria tristeza e seu próprio medo são tão vastos que Edward precisa se esconder deles. As lágrimas dos desconhecidos são ferroadas em sua pele exposta."

   Recebi o livro na caixa TAG de Agosto/2020 (não é patrocinado, infelizmente), e fiquei encantada pelo projeto gráfico. A capa, o box e a revista trazem cores agradáveis e são muito bem feitos. Fiquei em dúvida em como me sentiria com essa leitura nesse período tão difícil de pandemia, e não foi uma leitura fácil.

   Edward é um menino que estava para recomeçar a vida em outro estado quando sofre um grave acidente e perde tudo o que mais amava. O irmão mais velho que era seu ídolo, seus pais que deveriam estar ali por muitos mais anos. É devastador tentar imaginar essa sensação. Além disso tudo ele se torna uma sensação nacional, com muitas pessoas querendo conhecê-lo e muita informação sobre ele na internet e na televisão. 
"Então ele morde um anelzinho de cereal no meio e se força a não se lembrar de nada, a não pensar em nada, até que tudo o que existe seja insipidez - uma insipidez que Edward agora identifica como si mesmo."
   A forma como a autora trata o luto e o processo de crescimento do personagem é muito honesta e muito delicada ao mesmo tempo. As pessoas à sua volta estão tão perdidas quanto ele e tentam ao mesmo tempo lidar com os seus sentimentos e com os do menino, mas não existe uma resposta certa. A autora intercala momentos passados no avião com momentos da vida de Edward após a queda.

   Além do tema central, o livro também traz outras formas de luto e outras questões a serem discutidas, como o papel de alguém na vida, o quanto pequenas coisas podem trazer grandes consequências. Foi difícil, mas valeu muito a pena ler esse livro nesse momento. Com essa questão da pandemia tenho tido vários questionamentos parecidos e me ajudou a lidar com alguns sentimentos.

   E vocês, já leram esse livro? Só achei a versão limitada da TAG na internet, mas espero que outra editora publique por aqui logo. Enquanto isso, temos a versão em inglês na Amazon* ou neste link alguns vendedores estão vendendo a versão usada da TAG: Amazon*.

*Comprando nos links acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Luz da minha vida

 
Autora: Gisa SR
Amazon*

    Dean é um empresário de sucesso, trabalhando na empresa da família. Ele tem uma filha de 4 anos, Cecília, que é todo o seu mundo e sua razão de viver. Mas o passado o atormenta e ele precisa tomar uma decisão que vai mudar muita coisa em sua vida. Estaria ele preparado para perder o amor da sua vida?

    Não dá para falar muito da trama sem trazer spoilers, e o livro é bem curto. Dean é o clássico mocinho de livros de romance: alto, bonito, olhos claros penetrantes e muito rico, com uma carreira de sucesso. Ele tem uma família grande e amorosa, mas nada é perfeito como parece. Ele precisa lidar com a culpa de um acontecimento no passado que se arrasta até os dias atuais, com consequências terríveis. 

    A filha dele, Cecília, é uma criança adorável que ainda está naquela idade que acredita em tudo e tem o coração aberto às possibilidades. Achei algumas partes do livro muito corridas e alguns diálogos bem irreais, mas o tom do livro é fofo e a leitura é agradável.

    Uma coisa que me incomodou é que o ebook acaba bem antes do final, trazendo trechos de outro livro da autora no final. Eu preferiria que a história fosse mais desenvolvida e que o trecho do final fosse mais compatível com esse livro. Peguei o ebook emprestado no Kindle Unlimited e pretendo dar uma chance para a continuação, que é com outro irmão do mocinho, pelo que pude ver.

   E vocês, já leram algo da autora? Não esqueçam de comentar :)

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Inesperadamente Você

ATENÇÃO: Esse livro é contém conteúdo para um público adulto (maiores de 18 anos)

 "A vida é feita de chances, Alice. Se as deixamos passar, 
elas podem não cruzar nosso caminho de novo."

Autora: Deborah Strougo
Editora Coerência

   Alice é uma jovem residente em Pediatria, que mora com o pai que é professor universitário. Um dia, recebe uma ligação enquanto está no trabalho de que seu pai sofreu um AVC e está sendo encaminhado ao hospital onde trabalha. Desolada, ela vê toda sua vida ser revirada. Em coma, o pai precisa ser mantido no hospital, e para custear seu tratamento Alice precisa vender a casa da família.

   Procurando algo para alugar próximo ao hospital, ela se depara com o apartamento perfeito. Está à venda, mas o preço cabe no seu orçamento e tudo parece começar a se encaixar. Até que ela descobre que caiu num golpe e precisa dividir o apartamento com Theo, um rapaz reservado. Ela então precisa planejar sua vida enquanto espera o pai acordar.

   Eu peguei esse livro emprestado no Kindle Unlimited atraída pela capa. A sinopse me agradou também e eu não me arrependi. A leitura é bem tranquila, os personagens são adoráveis e a história me prendia. Há algumas reviravoltas no livro, mas o crescimento e envolvimentos dos personagens é gostoso de ver. 
"A vida é feita de riscos, Alice. Se não tentarmos, nunca saberemos se seria algo pelo qual valeria a pena lutar."
   Alice é uma moça que se envolve e se dedica bastante ao trabalho, e só tem o pai e uma melhor amiga em sua vida. Sua mãe infelizmente morreu há alguns anos, e quando o pai fica doente tudo vira de ponta a cabeça. Ela só quer ver o pai bem e ao seu lado novamente, mas precisa lidar com problemas financeiros e grandes decisões.

   Theo já é um profissional de TI que veio de uma outra cidade à trabalho e é bem reservado. Nós vamos descobrindo mais a seu respeito com o desenrolar da história e o sentimento é de estar conhecendo alguém na vida real. Apesar de ser meio mal-humorado, eu gostei bastante de como o personagem se desenvolve.

   Os amigos dos protagonistas também são muito fofos e a história é gostosa de ler. Foi uma leitura tranquila e um respiro necessário nessa quarenta. E vocês, já leram esse livro? Não esqueçam de comentar :)

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Uma Janela Para o Céu

Autora: Marina Machado
Editora: Novo Século

   Julyana Barocci tem 35 anos, é bem sucedida e está satisfeita com a parte profissional de sua vida. Trabalha em uma editora há alguns anos, escreve para uma revista feminina e ama escrever. Mas está insatisfeita com sua vida pessoal, principalmente no quesito relacionamentos.

    Ela nunca conheceu o pai biológico, cresceu com esse desejo e aos 35 anos seu pai aparece trazendo uma série de informações que ela desconhecia, acarretando até na descoberta de que foi afastada de um namorado da adolescência, que nunca ficou completamente esquecido. Julyana então resolve ir atrás de respostas e tentar entender melhor sua própria vida.
"- Exuberante! É o adjetivo que eu utilizaria para você, hoje.
- Interessante! É o adjetivo que eu nomino para você."
    Essa resenha vai ser difícil pra mim porque esse livro me irritou demais. A personagem principal é uma mulher de 35 anos que tem atitudes bem infantis, e não vi crescimento durante a história. Os outros personagens da história também agem da mesma maneira e a impressão que tive é que estava lendo a mesma pessoa de novo e de novo. 

   O pai dela aparece de uma maneira bem inusitada e revela coisas que ela nunca soube, o que a leva a confrontar a mãe e descobrir mais informações sobre seu passado. Metade do livro eu estava rindo dos absurdos, mas a segunda metade me irritou e me preocupou bastante.

"O sonho de toda mulher é pegar o celular do namorado, mas, com certeza, é uma invasão de privacidade - deliciosamente desejada." (Não, não é)
   Julyana expressa uma porção de preconceitos e achismos em relação a mulheres e saúde mental que já são perpetuados há muito tempo na sociedade, e que deveriam ser extintos. Ela julga situações e pessoas da pior maneira possível, não sabe se expressar e nem ouvir a outra pessoa e não cresce em nada quando descobre algo por trás do que pensa. 

"É impressionante como os homens falam educadamente de coisas que não são simples. 'Um pouco instável', decerto era doida e desequilibrada, com um transtorno obsessivo compulsivo preocupante."
    O estigma de doenças mentais já é enorme na nossa sociedade, o que atrapalha o acolhimento e a busca de tratamento por quem precisa. O que menos esperava era me deparar com isso em um livro que é vendido como um romance intenso e divertido. Seria diferente se a autora utilizasse dessas ideias pré-concebidas para fazer a personagem repensar e aprender com elas.

    O enredo é bem fraco, as situações beiram o absurdo e não há conclusão para várias questões colocadas no livro. Gostaria de ver uma personagem que absorvesse sua história e amadurecesse com ela. Não senti evolução alguma e me senti muito incomodada. Infelizmente não consegui aproveitar o livro. 

Boa leitura.

O Outro Lado do Mundo

"Esse mundo é cheio de dificuldades, Aurora. Cheio de decepções, medos... Até que você encontra um outro lado diferente. Um lado oposto a tudo isso. Aquele que faz você encarar tudo com força e te faz ver que a vida vale os sacrifícios, apesar de tudo."
Autora: Lívia Moura

      Aurora trabalha com seu avô, Oliver Carter, na agência de turismo da família. Ela se forma na área influenciada pela paixão de viajar do avô, mas acaba trabalhando mais com a parte burocrática, criando roteiros minimamente detalhados para viagens de outras pessoas. Recebe então uma inusitada intimação: para herdar a agência, ela precisa fazer uma viagem à Escócia, país de origens dos avós, e guiar turistas através dos lugares favoritos de sua avó, sem nenhum planejamento.

    Chegando lá, Aurora conhece seu tio avô, que também é dono de uma agência de turismo, e recebe um diário de sua avó, o diário da viagem aos lugares que deve visitar no presente. Acompanhada de três turistas e um guia mal humorado, que está a paisana para protegê-los, Aurora faz uma viagem ao passado e uma reflexão sobre sua vida até ali.

"Liberdade. Sempre nutri profunda obsessão pelo conceito dessa palavra que carrega consigo tantas possibilidades. Mas a definição pesa, a procura pesa... A liberdade só pode ser real quando sentida."

   A protagonista do livro começa a história meio desanimada. Pegou uma traição do namorado com a melhor amiga, está meio perdida profissionalmente e abalada com uma recente perda. Ela fica surpresa e depois indignada com a proposta do avô, que a faz largar sua vida cômoda para ter essa experiência. O livro intercala entre os pontos de vista de vários personagens, então é interessante não ficar presa à Aurora o tempo todo.

   Essa história de não poder planejar nem pesquisar sobre os locais da viagem eu achei bem exagerada, pois ela nem havia pisado no país antes disso. Em alguns momentos esse despreparo poderia ser bem perigoso.

   Os turistas, um irmão, uma irmã e o ex-namorado dela e amigo dele, são brasileiros, mas a menina é modelo em Nova York. O ex-casal tem uma história mal resolvida que movimenta o enredo também. Já o guia mal-humorado é um personagem misterioso que tem seus motivos para fazer essa viagem. É muito gostoso acompanhar a história e a evolução de todos eles.

"- Escolhas que definem uma vida e palavras nunca ditas. É a história mais antiga do mundo. (...) Na juventude a gente tende a acreditar que nada é definitivo, até que o tempo vai passando e, junto com ele, a chance de consertarmos nossos erros ou corrigirmos o inacabado."
    O livro tem vários enredos acontecendo ao mesmo tempo, e foi feito de maneira equilibrada e divertida. Muitas partes da história de cada personagem são muito pesadas, mas a autora consegue mediar com muitos momentos leves e aventuras.

   Gosto muito dos trechos dos diários da avó de Aurora e consegui rir e chorar com a leitura, além de refletir bastante. É uma leitura que vale a pena para relaxar e para repensar a vida. Consegui aproveitar bastante e fiquei com uma sensação de história completa.

"- Você não tem o poder de fazer alguém ficar, mas tem o de escolher como vai lidar com a despedida."
      Além de ser bem barato, o livro também está disponível no Kindle Unlimited (que foi como eu li). Confesso que fui atraída pelo título e capa, e fiquei curiosa para ler mais da autora. E vocês, já leram? Não esqueçam de comentar :)
"Cicatrizes profundas são eternas, mas isso não quer dizer que as feridas que as causaram devam doer para sempre."
*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!
 

Você Tem Sete Mensagens

"A morte é mais difícil para os vivos"

Autor: Stewart Lewis
Editora: Gutenberg

   Luna perdeu a mãe muito cedo, atropelada por um táxi nas ruas de Nova York. Uma adolescente de 15 anos, ela vive com o pai e o irmão, que tentam superar o ano sem essa pessoa tão importante em suas vidas. Um dia Luna decide ir ao estúdio de sua mãe, fechado desde sua morte, e encontra um celular com sete mensagens na caixa postal.

   Após ouvir a primeira mensagem e encontrar um objeto inesperado no estúdio, Luna começa a investigar o que realmente acontecia na vida de sua mãe antes de sua morte. Ao mesmo tempo, a menina começa a conhecer seu vizinho Oliver, por quem tem interesse há algum tempo, e ele a ajuda nessa descoberta. 

    Mais um livro da minha coleção "Comprados há muito tempo e nunca lidos", fiquei interessada pela sinopse. Luna é uma menina criativa, cujos pais são famosos. Com um interesse em fotografia, ela está passando por uma situação familiar delicada com a perda da mãe e seus próprios questionamentos existenciais. 

    Vários personagens secundários são adoráveis, em especial seu irmão mais novo, Tile. O modo como a autora lida com a morte e suas repercussões é muito verossímil e delicado. Os personagens estão confusos e tentando entender uma situação inexplicável, a perda de alguém querido sempre é emocionalmente complexa.

    Enquanto tenta entender sua situação familiar, Luna se aproxima de seu interesse amoroso e também luta para entender questões amorosas. A segunda parte do livro, quando encontra seu tio, me incomoda, pois algumas partes seriam mais apropriadas se a personagem fosse adulta. 

    De uma maneira geral eu gostei da leitura e marquei algumas passagens. O processo de se descobrir é complexo independentemente da idade, e acredito que é refeito várias vezes ao longo da vida. E vocês, leram esse livro? Não esqueçam de comentar abaixo.

*Comprando nos links acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Indesejadas


Autora: Kristina Ohlsson
Editora: Vestígio

   Uma criança desaparecida leva a uma investigação intensa. Alex Recht e Frederika Bergman trabalham no caso e tudo aponta para uma situação envolvendo disputa de custódia após um divórcio. Tudo muda quando a menina é encontrada morta com a palavra "Indesejada" marcada em sua testa, levando à uma onda de pavor na Suécia.

    Eu tenho esse livro há alguns anos e estava muito interessada em lê-lo quando o comprei. Mas todos nós leitores sabemos o que muitas vezes acaba acontecendo: priorizei outras leituras e acabou virando mais um volume guardado na estante. Aproveitei a Maratona Literária 2020 para acabar de lê-lo e foi eletrizante.

    Gosto muito de um bom suspense bem construído, e me senti tão hipnotizada quanto quando li "O Boneco de Neve", de outro autor sueco, Jo Nesbø. A narrativa é bem fluida e só tive que forçar um pouco no começo para me acostumar com os nomes de lugares e pessoas em outra língua com uma grafia muito diferente da nossa.

    Os personagens são complexos e interessantes, e Frederika foi um dos que mais me cativou. Ela é inteligente e possui um passado complexo, além de um presente não tradicional. Descobri que o livro é o primeiro de uma série que, pelo que vi no Goodreads, tem seis livros até agora publicados, envolvendo os dois investigadores. Entretanto, não precisa se assustar, o crime descrito neste volume se encerra nesse livro. 

    Deixo aqui um aviso de gatilho envolvendo violência à criança e à mulher. Tem várias cenas pesadas e não recomendo para pessoas que estejam muito sensíveis ao assunto. Li o livro bem rapidamente e estou interessada em ler mais da autora. E você, já leu essa história? O que achou? Não esqueça de comentar :)

*Comprando nos links acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Enquanto a Neve Cai


Autora: Vanessa Benfatti
Amazon *

   Holly foge de casa na noite do Natal. Seu peito está apertado e ela precisa se afastar do que está lhe fazendo mal. Fugindo do passado, da sua vida, de suas dores, ela pega sua bolsa e entra em um trem atrás da pessoa que magoou. Em uma reviravolta, ela encontra Maverick, um músico que a atrai imediatamente. 

   Maverick é um violinista que toca em lugares públicos nas horas vagas, e na noite de Natal encontra o olhar de Holly no meio da estação de trem, se sentindo encantado com a garota de ar rebelde. Enquanto tentam lidar com questões do passado e do presente dos dois, Maverick e Holly se conectam em apenas uma noite, mas precisam tomar decisões que influenciam seu futuro.

    Eu peguei emprestado esse livro pelo Kindle Unlimited, e achei que um romance fofo seria algo perfeito para me distrair nesse momento de tensão atual. Tenho algumas coisas a pontuar aqui. O e-book precisa de uma revisão, pois há vários erros ortográficos no texto. 

    Uma coisa que me incomodou é que Holly tem 17 anos. Em um momento do texto, Maverick pergunta se ela é menor de idade e ela afirma que tem 17, mas é emancipada legalmente. Ele tem 22 e para ele já está ok, mas isso não a torna uma maior de 18 anos automaticamente. Não vi motivo de fazer a personagem ser menor de idade, uma vez que isso não influência em mais nada ao longo do livro. Acredito que temos que parar de romantizar relações entre pessoas menores e maiores de idade.

    Holly é uma personagem muito inconstante. Uma hora age como uma menina de 12 anos, fazendo birra e sendo extremamente mimada e mal educada com outros personagens, e outra hora age de maneira mais adulta. Várias situações que acontecem com ela são um alerta vermelho - conhecer um cara e passar a noite com ele em uma cidade desconhecida, fugir de casa no meio da noite, etc.

    A atitude dos adultos perto dela é bem bizarra. Em alguns momentos são extremamente permissivos, em outros assumem uma postura de cobrança dela como se a mesma fosse criança. Em várias situações eu me peguei pensando em como poderiam estar permitindo certas coisas sendo que a personagem é tão nova. 

    Por mais que eu goste de romances, a influência que eles tem na formação da visão romântica de meninas é enorme, e acredito que é preciso mais cuidado na hora de não romantizar comportamentos problemáticos, principalmente em uma era onde é tão fácil entrar em contato com um desconhecido. A trama do livro é um pouco absurda e várias coisas não são amarradas também. A resolução de vários problemas é jogada e finalizada como um passe de mágica. 

   Foi uma leitura rápida e tranquila, e gostei da diagramação da capa. E você, já leu? Deixe nos comentários.

*Comprando nos links acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Maratona Literária de Inverno 2020 - Booktubatona (Conclusão)



20 de Junho a 04 de Julho

   Vamos fechar essa maratona com chave de ouro :)

   Depois de duas semanas, estou muito feliz de ter conseguido ler bastante e cumprido minhas metas iniciais. Fiz leituras muito boas nesse período e me diverti bastante.

#09 (28/06)
        Li  Fruits Basket, volume 16

#10 (29/06)
         Li A vendedora de livros, de Cynthia Swanson

Foto de: Sarah Sindorf
#11 (30/06)
         Li  Fruits Basket, volumes 17, 18 e 19



#12 (01/07)
        Li  Fruits Basket, volumes 20 e 21



#13 (02/07)
        Li  Fruits Basket, volumes 22 e 23 (Terminei o mangá)


#14 (03/07)
        Li Você Tem Sete Mensagens, de  Stewart Lewis

Amazon*
#15 (04/07)
        Li 29 páginas de Reparação, de Ian McEwan

Amazon*
*Comprando nos links acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

   Ia fazer uma contagem total de páginas, mas desisti. Estou satisfeita com minhas leituras, tanto em quantidade quanto em qualidade, e resolvi não quantificar as folhas. No último dia, tentei ser ambiciosa e ler mais um livro, mas desisti. Apesar de estar interessada na leitura, não quis força-la.

   Adorei fazer parte dessa maratona, mesmo não interagido muito com os outros participantes rs. Pretendo continuar essa última leitura e fazer as resenhas para publicar aqui no blog. Não devo fazer post de Fruits Basket. E vocês, gostaram das leituras, de ter participado? Não esqueçam de comentar abaixo :)

Boa leitura!

Maratona Literária de Inverno 2020 - Booktubatona (Primeira semana)



20 de Junho a 04 de Julho

   Voltei aqui para falar das leituras que fiz na primeira semana da Maratona :)

   Estou muito feliz de ter conseguido cumprir minhas metas para essa semana e ainda ler um pouco mais. Foram dois livros bem pesados e algumas leituras mais leves. Resolvi fazer total de páginas só no final para não me colocar pressão. 


Amazon

Amazon



Amazon

*Comprando nos links acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)


#01 (20/06)
         Li de 152 a 400 páginas e terminei o livro - Indesejadas, de Kristina Ohlsson
         Li 1% de Aquilo que realmente importa, de C. Nan Bianchi (7 a 8%)

#02 (21/06)
         Li 21% de Aquilo que realmente importa, de C. Nan Bianchi (8 a 29%)

#03 (22/06)
         Li 18% de Aquilo que realmente importa, de C. Nan Bianchi (29 a 47%)

#04 (23/06)
        Li 50% de Aquilo que realmente importa, de C. Nan Bianchi (47 a 97%)

#05 (24/06)
        Terminei de Aquilo que realmente importa, de C. Nan Bianchi (97 a 100%)
        Li 9% As boas mulheres da China, de Xinran (de 19 a 28%)

#06 (25/06)
        Li  Fruits Basket, volumes 13, 14 e 15

#07 (26/06)
        Li 26% As boas mulheres da China, de Xinran (de 28 a 54%)

#08 (27/06)
       Terminei As boas mulheres da China, de Xinran (de 54 a 100%)

    Não tenho mais metas definidas no momento, mas pretendo ler mais ebooks ou livros físicos durante a segunda semana, e terminar Fruits Basket, que eu estou lendo desde o ano passado. E vocês, estão conseguindo ler? Não esqueçam de comentar :)

Boa leitura!

Maratona Literária de Inverno 2020 - Booktubatona #1



20 de Junho a 04 de Julho

   Olá! Vim aqui deixar registrado que estou participando da Maratona Literária de Inverno 2020, Booktubatona, organizada pelo canal Geek Freak e mais 26 canais booktubers convidados, com diversos desafios e duração de duas semanas. Para mais informações, acompanhem o twitter oficial da maratona.

    Quem já acompanha o blog há um tempo, sabe que eu adoro uma maratona literária e que participar desses eventos sempre me ajuda a ler mais. Acabo focando tanto em ler que muitas vezes não interajo com os outros participantes rs

    Assisti ao vídeo do Geek Freak introduzindo a ideia e resolvi participar. Tenho tentado ler mais para me distrair nesse tempo de pandemia e cumprir algumas metas pessoais, como não ter tantos livros físicos em casa não lidos e começar lentamente a me desapegar de alguns (que é um processo que não está sendo fácil).

   Ao contrário de outras maratonas em que faço posts diários, não sei se vou seguir esse modelo por serem 15 dias, mas vamos vendo ao longo da semana. Queria fazer esse post introdutório e falar de algumas leituras que pretendo realizar.

   Primeiro, esses são os desafios propostos pela maratona:


    Eu pretendo terminar algumas leituras que já estão em andamento, e categorizá-las após o término, e não tentar encaixar livros nesse primeiro momento. Deixo aqui a listagem de livros que pretendo ler:

- Indesejadas, de Kristina Ohlsson (estava na página 152, mas li até a 210 no dia de hoje, até as 11h);
- Aquilo que realmente importa, de C Nan Bianchi (está de graça na Amazon e estou em 7%);
- As boas mulheres da China, de Xinran (estou em 19%).

   Resolvi começar por esse livros e ver o que acontece depois :) Devo atualizar minhas leituras pelo Instagram do blog, então me sigam lá para acompanhar :) Não sei vou fazer um post aqui só no sábado que vem ou diariamente, mas pelo Facebook e Twitter vocês também conseguem acompanhar minhas leituras e postagens. 

    Deixe um comentário aqui se você está participando também e vamos ler bastante!

Aquilo que eu nunca falei


Autora: Milena Farias

    Aquilo que eu nunca falei é uma coletânea de poemas de Milena Farias, que traz escritos sobre coisas que sentimos e não expressamos, pensamentos e sentimentos presos dentro de nós. Eu comecei a ler e gostar mais de poesia de uns anos para cá, e acabei emprestando esse livro através do Kindle Unlimited.
"'por que nunca procurou uma psicóloga?'
porque eu passo todo o tempo 
tentando evitar o que me causa medo
e tenho ainda mais medo
de que me façam encará-los de propósito"
    Acredito que tenha sido o primeiro livro de poesia que li no Kindle, e me incomodou a perda da formatação. Algumas estrofes eram cortadas e às vezes eu não sabia se algum verso fazia parte de um poema anterior ou do próximo. Inclusive peço desculpas à autora se eu postar alguma citação aqui formatada erroneamente.
"Minha impaciência nunca
Me levou à lugar algum e
Ainda assim
Não sei o que fazer 
Para me acalmar"
    De toda forma, foi uma leitura bem reflexiva, e gosto da maneira como a leitura é aberta à interpretações, principalmente na poesia. Muitas vezes nos identificamos com algum verso que tem outro significado totalmente diferente para outra pessoa. 
  
    A autora mantém um site e um instagram, onde publica seus textos, e tem mais livros publicados na Amazon. Não a conheço e tive esse primeiro contato por acaso, mas fiquei interessada em ler mais dos seus poemas. 

"Torço para que

Na grande maioria dos dias
Eu consiga ser a garota 
Que acorda feliz
Às seis e meia da manhã
Por ter ganhado mais um dia
Para correr atrás dos seus sonhos"

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

 Boa leitura!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...