O Segredo de Aurélia

"Tentar justificar seus atos inocentes para pessoas tão ignorantes nunca surtiria efeito algum. Cada palavra saísse de sua boca seria traduzida naquilo que queriam ouvir. E os agressores, apesar de afirmarem que sim, não buscavam pela paz."


Autora: Esperanza Prado
Amazon (Disponível no Kindle Unlimited)

        Aurélia tem 15 anos, vive em 1610 e tem um grande segredo: sua família pratica magia. Em meio à caça às bruxas, elas precisam tomar muito cuidado para não serem perseguidas e queimadas na fogueira. Apesar de tudo, Aurélia é uma adolescente, e sente interesse por sua primeira paixão. Mas a busca pelo amor pode ser muito perigosa.

    O Segredo de Aurélia é um conto curto, mas bem escrito. São 25 páginas em que fiquei bem cativada. Gostaria, inclusive, de um livro sobre ela e sua família. Ela vive com a mãe e a irmã caçula, e as três tentam sobreviver em uma época muito letal para mulheres. 

    É bem marcante a questão do preconceito e a ignorância com o que é diferente, com um temor infundado que se torna violento. Um ódio vindo puramente do medo e da falta de vontade de conhecer o desconhecido. Infelizmente a época de perseguição às "bruxas" foi marcada por intolerância religiosa, perseguição ao gênero e muita violência, um período vergonhoso e, espero, que nunca deve se repetir.

    Fiquei interessada pela escrita da autora, e li outro e-book, do qual devo falar aqui no blog mais para a frente. E vocês, já fizeram essa leitura? Não esqueçam de comentar.

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Fadas madrinhas também vão ao baile

ATENÇÃO: ESSE LIVRO É CONTINUAÇÃO DE Aquilo que realmente importa

ESSE POST CONTÉM SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO.

 "É difícil ficar quando uma parte de você se vai. É difícil partir quando uma parte de você fica."

Autora: C. Nan Bianchi
Amazon* (Disponível no Kindle Unlimited)

  Eu amei o primeiro livro dessa personagem, Aquilo que realmente importa. Vanessa é uma jovem que muda radicalmente de vida e de prioridades, e aprende muito sobre si mesma. Se torna mais consciente do consumismo, abre sua casa para novas experiências, faz novas amizades e um novo amor, Alex. Entretanto nem tudo está resolvido, uma vez que Alex mora em outro país, em outro continente.

    E nesse segundo livro acompanhamos a mocinha indo visitar o amado após seis meses de separação. Aproveitando a oportunidade, ela vai à Londres conhecer a família de Alex e depois embarca em uma viagem de mochilão pela Europa com o amado, passando por diversos países e lares.

"Muitas vezes as atitudes mais nobres que temos não são calculadas, nem grandiosas. São espontâneas e vem direto do nosso coração."

    Eu fiquei muito animada para ler essa continuação, por ter gostado tanto do primeiro livro. Ele é bem menor que o anterior, e fiquei decepcionada com alguns pontos. Queria ter visto mais da vida e da família de Alex, achei que foi muito corrido. Além disso, nessa parte do livro achei que o mocinho saiu de personagem diversas vezes, e alguns conflitos antigos foram resolvidos como em um passe de mágica.

    Quando os dois viajam sozinhos, senti falta da individualidade dos personagens. Entendo os conflitos que podem acontecer, ainda mais por ser um casal novo e com diversas dificuldades pela frente (barreira cultural, geográfica, etc), mas senti que os dois estavam se fundindo em um personagem só, o que não me agradou muito.

    Entretanto, foi ótimo rever alguns personagens do livro anterior e estou ansiosa pelo terceiro, uma vez que envolve outro personagem que amei no primeiro volume. Gosto da escrita e das descrições da autora, e espero que no próximo livro eu consiga me sentir imersa novamente. E vocês, já leram essa história? Não esqueçam de comentar :)

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

O Visconde que me amava

ATENÇÃO: Segundo livro da série Os Bridgertons, cujo primeiro livro é O Duque e Eu
Esse livro contém conteúdo para um público adulto (maiores de 18 anos)

Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro

    Muita gente veio a conhecer os Bridgerton com a série da Netflix, e eu tinha começado a ler os livros ano passado graças à uma amiga minha (bj Suki!), que me indicou. Estou escrevendo esse post após uma releitura de O Visconde que me Amava, que realizei esse ano.

    O livro é focado no primogênito da família, o visconde Anthony Bridgerton. Um conhecido libertino na sociedade e alvo das mães casamenteiras, ele resolve se casar para cumprir suas obrigações familiares. Nessa temporada, a mais bela debutante é Edwina Sheffield (posso dizer que amo esse nome?), uma jovem de 17 anos belíssima, muito elegante e educada, mas de uma família sem tantas condições financeiras. Entretanto, para conquistar seu coração, ele precisa da aprovação da irmã mais velha, Kate. 

    E Kate não facilita nem um pouco. Preocupada com a reputação do cavalheiro e com a felicidade da irmã, a conquista se torna uma competição entre dois teimosos, com várias discussões e talvez centelhas inesperadas. 

"Edmund Bridgerton faleceu aos 38 anos. E Anthony simplesmente não podia imaginar-se 
superando o pai de forma alguma, nem mesmo em idade."

    Os dois personagens principais estão bem decididos sobre o que querem, e são bem teimosos. Kate está preocupada com a felicidade da irmã, e dada as condições financeiras da família, existe uma pressão para que haja um bom casamento. Ela foi e é comparada a beleza da irmã o tempo todo, e acaba sendo um pouco apagada por causa disso. 

    Já Anthony é muito específico sobre o que quer de uma esposa e considera Edwina a opção perfeita antes mesmo de conhecê-la. Isso traz muito conflito com Kate, dada a sua reputação e preconceitos definidos pela coluna de Lady Whistledown. A história me lembrou muito Dez coisas que odeio em você, onde precisam conquistar a irmã mais velha para chegar à mais nova, com a diferença de que não há outro pretendente. 

    Achei muito interessante a forma com que a autora lidou com questões sobre luto,  medos  e segredos nesse livro. A caracterização dos personagens é bem feita e os dois me conquistaram, apesar de Anthony ter várias atitudes bem repreensíveis no livro. Estou animada para ver essa história adaptada na série e querendo saber qual será a atriz escolhida para a protagonista e sua irmã. 

    E vocês, animados com essa série, já leram esse livro? Não esqueçam de comentar abaixo!

Boa leitura!

*Comprando nos links acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...