Amor e Outros Contos

"Ele ficou vendo o ônibus se distanciar pela avenida, o rosto abatido, 
pensando por que o amor era tão difícil..."

Autor: Luiz Vilela
Editora: Edelbra

   Amor e Outros Contos é um livro pequeno, com 96 páginas e 8 contos, mas que me fez parar para refletir e que acabei lendo bem devagar, para saborear melhor. Os contos trazem situações do dia-a-dia, com algumas confusões e interações que vemos por ai, e com isso acabei me identificando e torcendo pelos personagens. 

   Em Amor, vemos a história de um casal na rua, discutindo sobre um assunto banal, e as ramificações que essa discussão trouxe. Consigo ver o diálogo sendo feito por um casal real, uma conversa que eu poderia ouvir enquanto passeasse no shopping, por exemplo. Relacionamentos muitas vezes podem ser complexos e confusos, e o conto conseguiu passar isso.

  Já A volta do campeão me fez pensar em várias coisas diferentes. Um idoso perdido no tédio acaba encontrando um grupo de meninos brincando na rua e relembra seu passado. A história traz um ar de nostalgia e doçura cativante. Além disso traz também uma reflexão sobre como nos deixamos atingir e influenciar por opiniões externas. 

   Em Fazendo a barba, encontramos um senhor e seu aprendiz ocupados no preparo de um cadáver para o seu velório. Ao fazer a barba do defunto, o barbeiro e o rapaz discutem algumas questões existenciais, e refletem sobre a vida. 

   Bichinho engraçado traz uma lição sobre animais e a sociedade, e apesar de querer outro final, achei que esse encaixou com a realidade. Um homem participa de uma pescaria com seus amigos pela primeira vez, e se depara com uma situação considerada normal, mas que ele não concorda, e tenta não participar. Só que isso acaba trazendo alguns problemas para sua vida, e ele precisa descobrir o que fazer.

   Em Nosso fabuloso tio, encontramos o típico senhor de outra geração: forte, com uma educação patriarcal, e com opinião forte. Titio é um idoso que apesar da idade e problemas de saúde, não larga o cigarro, que impõe sua opinião à família e às pessoas à sua volta. Entretanto, também pode ter um lado diferente, e um enorme amor à vida.

   O suicida é uma história que envolve uma crítica à sociedade. Um homem telefona para a rádio local e informa o local e a hora em que vai se suicidar. Isso causa grande comoção às pessoas que moram na cidade, e um grande grupo se concentra no local, esperando para ver se o homem realmente irá se matar. Adorei a forma como as pessoas foram mostradas nesse conto, pois vemos muitos por aí que são assim.

   Uma lástima trouxe para mim uma crítica que vejo no dia-a-dia. A forma como vivemos a vida ou queremos viver muitas vezes é vista como loucura, principalmente se não se encaixar com os padrões estabelecidos, e quando não nos encaixamos acabamos sendo rebaixados e duramente criticados. Um homem passa por isso, e descreve o que aconteceu.

   No último conto, Françoise, conhecemos uma bela jovem em uma rodoviária, que traz uma ar misterioso. Conseguindo dialogar com ela, descobrimos uma história complexa e dolorida, e que nem tudo é o que parece ser. O final me deixou intrigada, e gostei da forma que a história foi conduzida.

   Quanto ao acabamento do livro: maravilhoso. Cada conto traz uma ilustração e o cabeçalho bem definido, e a fonte é grande e confortável. O papel é amarelado, e a capa tem detalhes em verniz. A lombada e a contracapa são muito bonitas também. 




   Fiquei muito satisfeita com o livro, os contos são bem escritos e deliciosos, ótimos para quebrar aquela ressaca literária depois de ler um livro pesado. Recomendado! 

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra) Cultura, Saraiva, Travessa;

Boa leitura!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...