O Lado Feio do Amor

"É engraçado como as coisas são. Às vezes, não dizer nada fala mais do que todas as palavras do mundo. Às vezes, meu silêncio está dizendo: não sei falar com você. Não sei o que está pensando. Converse comigo. Me diga tudo que já disse na vida. Todas as palavras. Desde a primeira."


Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record

   Tate Collins está começando uma nova vida, e se muda para o apartamento do irmão, Corbin, planejando continuar seus estudos como enfermeira, em um mestrado, e mais para a frente, conseguir seu próprio lugar. O que ela não esperava era encontrar Miles, que mora no apartamento de frente ao seu e é colega de trabalho e amigo de seu irmão.

    Ela não pretendia se relacionar com ninguém para se dedicar completamente aos estudos, e Miles além de misterioso, deixa claro que não tem a menor chance de se apaixonar ou querer um relacionamento. Mas a atração entre os dois aumenta cada vez mais, até que chegam a um acordo: sem promessas de futuro, sem perguntas sobre o passado. Até que Tate percebe que não se apaixonar não é uma escolha que ela possa fazer.

    Vou começar falando que já li outros livros da autora e gosto muito do trabalho dela. Então claro que comecei essa leitura com expectativas. E posso dizer que estavam altas. A sinopse não me agradou muito, pois já vimos esse tipo de história várias vezes, mas fui de peito aberto. Não sei se foi a época, a minha idade, mas eu não consegui gostar desse livro. 

"Estou feliz porque estamos nos divertindo juntos. Estou triste porque estamos nos divertindo juntos. Estou com raiva porque estamos nos divertindo juntos e quero muito disso. Muito mais dele."

    Os dois personagens principais tem suas falhas e eu não consegui me simpatizar com nenhum deles e nem com os dois juntos. Apesar da cena onde os dois se veem pela primeira vez ser um pouco engraçada, cada vez que os dois interagiam, eu não conseguia torcer para que terminassem como um casal.

    O livro se passa em duas partes que se intercalam: uma há seis anos, com Miles terminando o ensino médio e a outra no tempo atual do livro, em que ele é piloto e evita qualquer tipo de conversa mais pessoal. Apesar de não ser exatamente grosso com a Tate, eu acho que ele abre espaços que não deveriam existir no tipo de relação a que eles se propõem, e tem umas atitudes abusivas ao longo do tempo em que estão juntos. 

    O tempo todo nós vemos flashbacks da vida dele, e apesar de não entender muito o porquê do problema inicial existir, eu fiquei abalada com o trauma que ele viveu. Como sempre, a autora teve uma sensibilidade e escrita maravilhosa nesse momento, mas de alguma maneira eu não consegui ver complexidade em Miles e Tate.

   "Agora está claro que eu, muito provavelmente, inventei esses seus sentimentos para que se igualassem aos meus. A emoção que aparecia algumas vezes por trás dos olhos quando estávamos juntos era obviamente uma invenção da minha própria imaginação. Uma invenção da minha esperança."

   Ultimamente, cada livro que leio (principalmente os voltados aos jovens) em que o cara é misterioso mas magoa a mulher por (insira aqui qualquer motivo possível) várias vezes e mesmo assim ela continua correndo atrás dele me deixa um pouco preocupada. Uma amiga minha uma vez veio me dizer que não conseguia terminar outro livro em que o cara era extremamente abusivo porque ela ficava triste de nunca poder ter um relacionamento daquele tipo, com aquela intimidade, e parecia que ela estava ignorando os problemas pela descrição de que eles eram perfeitos um pro outro, com grande sintonia e um grande final feliz, e eu fico pensando em quantas meninas podem romantizar esse tipo de comportamento (principalmente na sociedade machista que vivemos, que muitas vezes já normaliza para nós enquanto crescemos) e até mesmo desejar viver isso. Eu sei que ficção é diferente de realidade, mas de alguma maneira esse tipo de livro não me agrada mais e acho que vale essa reflexão quando você for ler esse tipo de enredo. 

    Como eu li em ebook no Kindle (o livro está disponível no Kindle Unlimited, se você tiver interesse em lê-lo), eu não posso falar muito sobre a edição física. Ainda gosto da escrita da autora, claro, e pretendo ler os outros livros que ela lançou que ainda não foram lidos. Como gosto de dizer, essa é a minha opinião e é claro que você pode gostar do livro, podemos conversar sobre ele nos comentários (só marque spoiler se precisar, para não atrapalhar a leitura dos outros :) )

Boa leitura!

Bout of Books 19 #7 (Conclusão)


Bout of Books

E chegamos ao final de mais um Bout of Books!

Dia 14/05:

Li até a página 210 de Deuses Americanos, de Neil Gaiman. 

Total: 50 páginas.

    Acabei não terminando nenhum livro da meta, mas dei uma boa adiantada em Deuses Americanos e estou gostando da leitura, espero terminá-lo até o final dessa semana. Vou fazer aqui a contagem de páginas lidas nesse período do read-a-thon:

08/05: 16
09/05: 10
10/05: 48
11/05: 08
12/05: 42
13/05: 08
14/05: 50

Total do Bout of Books 19: 182 páginas.

    Foi bem menos do que eu esperava, mas estou feliz de ter participado, talvez não tivesse me "forçado" a ler em alguns momentos se não fosse por esse desafio. Já anunciaram a data do Bout of Books 20, que será realizado do dia 21 à 27 de Agosto. Vocês podem pegar mais informações no site oficial e acompanhar por lá. Voltaremos a programação normal do blog em breve ;)

Boa leitura!

Bout of Books 19 #6


Bout of Books

    E o Bout of Books está quase no final! Chegamos ao penúltimo dia. 

Dia 13/05:

Li até a página 160 de Deuses Americanos, de Neil Gaiman.

Total: 8 páginas. 

    É.... Esse foi o dia em que eu menos li. Mas acho que de forma geral, estaria lendo ainda menos se não fosse esse read-a-thon. O desafio de hoje era escolher quatro livros, cada um representando uma estação do ano, Primavera, Verão, Outono e Inverno. Espero vocês amanhã, para a conclusão desse Bout of Books :)

Boa leitura!

Bout of Books 19 #5


Bout of Books

    Já passamos da metade do Bout of Books, e vamos a atualização do quinto dia!

Dia 12/05:

Li até a página 152 de Deuses Americanos, de Neil Gaiman.

Total: 42 páginas. 

   Até que consegui ler um pouco mais nesse dia e adiantar a minha leitura :) O desafio de hoje era selecionar livros em que as cores das lombadas formem as cores do arco-íris. Espero vocês amanhã, para o sexto e penúltimo dia do Bout of Books! 

Boa leitura!

Bout of Books 19 #4


Bout of Books

   Já chegamos ao quarto dia do Bout of Books, e aqui vai a atualização.

Dia 11/05:

Li até a página 110 de Deuses Americanos, de Neil Gaiman.

Total: 08 páginas.

    Esse foi um dia em que li bem pouco também, até agora o menos produtivo da semana. 

O desafio de hoje era criar um perfil de namoro de um personagem literário, caso vocês estejam curiosos. Espero vocês na amanhã na próxima atualização :)

Boa leitura!

Bout of Books 19 #3


Bout of Books

   Chegamos ao post do terceiro dia do Bout of Books 19!

Dia 10/05:

Hoje eu li até a página 102 de Deuses Americanos, de Neil Gailman. Foi o melhor dia até agora, mas pelo ritmo em que estou conseguindo ler, deve ser o único livro que vou terminar nesse Bout of Books. 

Total: 48 páginas. 

O desafio de hoje era compartilhar uma foto do lugar onde você guarda os seus livros, podendo ser um e-reader, estante, prateleira, etc, mas como não estou conseguindo ler muito, não devo fazer nenhum desafio nessa edição. Espero vocês na próxima atualização!

Boa leitura!

Bout of Books 19 #2


Bout of Books

    E chegamos agora ao post do segundo dia do Bout of Books 19, e já posso adiantar que não foi muito produtivo.

Dia 09/05:

Li até a página 54 de Deuses Americanos, de Neil Gaiman.

Total: 10 páginas.

O desafio do dia era compartilhar uma capa de livro em que as ilustrações fizessem parte da tipografia do título, mas resolvi não fazê-lo também. Espero vocês na próxima atualização!

Boa leitura!

Bout of Books 19 #1


Bout of Books

   E vamos começar agora as atualizações do Bout of Books 19, e acabei lendo pouco no primeiro dia.

Dia 08/05:

Peguei Deuses Americanos, de Neil Gaiman, da página 28 a 44, num total de 16 páginas, bem menos do que eu esperava. 

Total: 16 páginas. 

   O desafio de hoje é se apresentar em seis palavras, mas resolvi não fazê-lo nesse ano. Encontro vocês de novo na atualização do segundo dia!

Boa leitura!

Desafio: Bout of Books 19


Bout of Books

    Estava ansiosa por mais uma edição do Bout of Books! Quem acompanha o blog já sabe que eu participei de algumas das edições anteriores (1213, 15, 16, para quem quiser acompanhar os resultados) e foram todas muito produtivas. 

    Antes de tudo, vou deixar aqui a descrição oficial e o link para inscrição:

"The Bout of Books read-a-thon is organized by Amanda Shofner and Kelly @ Reading the Paranormal. It is a week long read-a-thon that begins 12:01am Monday, May 8th and runs through Sunday, May 14th in whatever time zone you are in. Bout of Books is low-pressure. There are challenges, giveaways, and a grand prize, but all of these are completely optional. For all Bout of Books 19 information and updates, be sure to visit the Bout of Books blog. - From the Bout of Books team"

   Para quem não entende inglês, basicamente o Bout of Books 19 começa dia 8 de maio e termina dia 14 de maio de 2017. A cada dia há um desafio extra, que é opcional, e a chance de participar de um sorteio, além do sorteio do grande prêmio no final. Para maiores informações, vocês podem visitar o site oficial

    Nessa edição, eu gostaria de terminar vários livros que comecei e acabaram ficando de lado por algum motivo. Então, temos:

                            

 Deuses Americanos                          A Menina Submersa                         A Whole New World
       Neil Gailman                                Caitlín R. Kiernan                                 Liz Braswell
  GoodreadsSkoob                             Goodreads, Skoob                            Goodreads, Skoob

    Minha prioridade no momento é terminar Deuses Americanos, e depois seguir nessa ordem, A Menina Submersa e A Whole New World. São livros que acabei não terminando mas estava interessada e pretendo saber como acabam. Comecei a reler Deuses Americanos tem poucos dias e estava na página 28 antes do desafio começar. 

    Espero conseguir postar todos os dias por aqui para que vocês possam acompanhar o andamento deste desafio. Nos vemos amanhã :)

Boa leitura!

Anne de Green Gables

"O observador incomum talvez notasse que o queixo era afiladíssimo e pronunciado; que os olhos se enchiam de espírito e vivacidade; que a boca tinha lábios meigos e expressivos; que a fronte era plena e perfeita; em resumo, nosso observador incomum e perspicaz talvez deduzisse que não era uma alma banal que habitava o corpo daquela menina-mulher abandonada que tanto e tão ridiculamente assustava o tímido Matthew Cuthbert."


Autora: L. M. Montgomery
Editora: Martins Fontes

    Matthew e Marilla Cuthbert são dois irmãos que já estão com certa idade e moram sozinhos em sua fazenda, Green Gables. Resolvem então adotar um órfão: um menino de 11~12 anos que os ajude no trabalho do campo. Por uma confusão, o que chega a eles é uma menina desengonçada, cheia de energia e imaginação.

    Anne se torna o assunto da cidade, uma vez que além de sua chegada ter sido surpresa para muitos, ela carrega uma característica marcantes: cabelos ruivos. Apesar de ser muito positiva e sonhadora, a menina também consegue ter um forte gênio e grande teimosia, e vai pouco a pouco conquistando os moradores de Avonlea.

    Amo livros com crianças e esse clima familiar, e apesar de ser um livro publicado originalmente em 1908, só vim a conhecer essa história ano passado. Comprei esse livro há muito tempo (2014, tsc) e não havia nem retirado do plástico até essa semana. Cheguei a assistir a adaptação feita em 2016 e comecei o livro em ebook também no ano passado, mas apesar de ter ficado encantada, não levei a leitura a frente.

    Esse ano, resolvi finalmente pegá-lo e fico feliz que tenha sido nesse momento da minha vida, pois o livro me animou e alegrou muitas vezes, me peguei rindo e chorando em diversos momentos. De alguma maneira me lembra um pouco de Pollyanna, mas as duas meninas são bem diferentes. 

    Anne tem muita personalidade, mas a forma como ela vê o mundo e usa sua imaginação é cativante. Morri de rir com suas travessuras e foi nostálgico ver como pequenas preocupações podem preocupar tanto quando somos crianças. Ela, por exemplo, é extremamente incomodada com o seu cabelo ruivo, enquanto eu tive uma fase em queria muito ser loira, graças a representação de princesas na maioria dos desenhos e livros (inclusive a princesa Sara, do desenho Cavalo de Fogo), e lembro que chegou a ser uma grande preocupação minha na época. 

    Vários outros personagens são tão adoráveis quanto Anne, mas gosto principalmente do núcleo familiar de Green Gables, que se completa muito bem. Apesar de ter muitas descrições do ambiente e do vestuário, não achei o livro cansativo, mas em alguns momentos precisava de um pouco mais de atenção para continuar a leitura.

    Como assisti a adaptação de 2016 antes, não consegui marcar a Anne do livro claramente na minha mente, a vendo mais como a menina que conheci no filme, que não batia exatamente com a sua descrição. Descobri recentemente que está sendo feita uma nova adaptação em série e achei a atriz muito mais parecida com o que esperava da personagem, e estou muito animada para assisti-la. Provavelmente também assistirei as outras versões já produzidas. Como é uma série muito famosa em outros lugares do mundo (a história de Anne foi contada em vários volumes), há muitas adaptações para assistir e comparar. 

   Encontrei uma palavra que não foi traduzida e senti falta de mais capricho na edição, principalmente por ser uma edição comemorativa de 100 anos de Green Gables, como diz o selo na capa. Talvez uma capa dura e algumas ilustrações fizessem mais jus ao título.

    Recomendo o livro para todas as faixas etárias e posso dizer que foi uma leitura muito prazerosa. Estou ansiosa por pegar os próximos volumes e continuar a conhecer Anne e os habitantes de Avonlea. E vocês, já conheciam essa história, estão prontos para conhecê-la? Não esqueçam de comentar abaixo!

Boa leitura!

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra) Cultura, Fnac, Saraiva, e Travessa.

Ps: Esse livro faz parte do Desafio Literário Diminuindo a Pilha 2017, do mês de abril, no tema Clássicos.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...