Pixel Trapped – Alex’s Story

Esse é o terceiro livro da série "Lost in Minecraft World"


Autor: Ash Schmitt

Alex é uma guerreira no mundo de Minecraft. Com sua espada, ela adora matar mobs, e essa é sua atividade favorita. Um dia, perseguindo um Wither no Nether, ela acaba encontrando um portal que a leva para um lugar totalmente inusitado: a Terra. 

Nesse novo mundo ela encontra um menino, Mike, que está apavorado: ele sempre pensou que Minecraft fosse só um jogo. Agora os dois precisam se unir para matar o Wither e salvar o mundo que não conhece e nem está preparado para lidar com as mobs mortais. 

Peguei esse e-book na Amazon sem muita pretensão. Eu gosto de Minecraft, então tenho lido alguns livros sobre o jogo e gostei desse. É bem curto e acabei descobrindo que é o terceiro de uma série (oops).

Não pude deixar de imaginar a colisão desses dois mundos em um filme, e gostaria muito de assisti-lo se fosse feito. A personagem da Alex traz alguns problemas do seu passado e isso se reflete na sua atitude no presente, e após o final do livro eu fiquei interessada em ler mais sobre ela.

O personagem de Mike já não tem muito background, até o que foi descrito é um menino normal da Terra que gosta de jogos. Mais para frente eu gostaria de pegar os outros livros da série para ler, mas vendo por esse que li, acredito que todos poderiam ter feito parte de um livro só. 

Recomendo o livro para quem gosta de Minecraft e está interessado em uma leitura bem leve. Para o público que não conhece o jogo talvez seja difícil se conectar com o mundo de Alex e as aventuras dos dois nessa história, mas também pode valer a pena a experiência! ;)

Boa leitura!

Bout of Books 16 #7 (Conclusão)

Bout of Books

    Percebi que não havia publicado o sétimo dia do Bout of Books 16 (#vergonha), então resolvi acabar com o mistério e publicar o que eu li e a conclusão dessa maratona!

Sétimo dia (e conclusão) do Bout of Books!

Dia 15:

No sétimo dia eu li até a página 103 de Deuses Americanos, de Neil Gaiman. 

Total: 23 páginas. 

   Dos meus objetivos iniciais eu consegui:

- Terminar um livro começado, The Hauting of Highdown Hall (Psychic Surveys #1), de Shani Struthers.

   Acabei também lendo a continuação deste livro, Rise to mee tentei adiantar um pouco o livro Deuses Americanos, que também estava na meta inicial, mas só consegui ler 39 páginas dele (e não terminei até a data deste post). Consegui aumentar um pouco as minhas leituras com o Bout of Books, mas nem tanto quanto esperava. Meu ritmo também caiu muito de lá para cá e estou tentando retomá-lo. Fazendo um resumo, eu li nos seguintes dias essa quantidade de páginas:

09/5: 104;
10/5: 23;
11/5: 72;
12/5: 55;
13/5: 127;
14/5: 16;
15/5: 23.

Total: 420 páginas.

    Apesar de tudo, eu gostei das leituras que fiz e fiquei feliz de ter participado. Não tenho conseguido ler nem postar o quanto eu gostaria, mas espero que algumas coisas se resolvam na minha vida para que eu possa me dedicar mais a essas atividades que gosto tanto. Agradeço muito a quem acompanha o blog e está comigo aqui <3

Até o próximo post e boa leitura!

Bout of Books 16 #6

Bout of Books

Sexto dia do Bout of Books!

Dia 14:

No sexto dia eu li até a página 80 de Deuses Americanos, de Neil Gaiman. 

Total: 16 páginas. 

O desafio de hoje é compartilhar o meu momento favorito no Bout of Books, que pode ter acontecido nessa edição ou nas anteriores. 

O que eu gosto nesses desafios/maratonas de leitura, é que elas realmente me motivam a ler em um dia que eu quero ler mas não consigo separar um momento para isso, independentemente do motivo. E é muitas vezes esse pequeno incentivo que te ajuda a começar um livro novo, terminar um que estava há muito tempo parado ou até mesmo escolher um que não estava nem um pouco próximo na fila de leitura. 

Nessa edição meu "momento favorito" foi ter a motivação para terminar um livro da meta, The Haunting of Highdown Hall, e começar a ler sua sequência, Rise to me, e terminá-lo nessa semana.

Por mais que eu não seja muito ativa nas redes sociais nesses eventos, eu gosto muito de participar, e espero trazer esse ambiente de leitura para o blog também :)

Espero vocês amanhã para a conclusão, e boa leitura!

Bout of Books 16 #5

Bout of Books

Quinto dia do Bout of Books!

Dia 13:

Terminei o livro Rise to me, de Shani Struthers, lendo 46% hoje. 

Total: 127 páginas. 

Estou feliz de ter terminado mais um livro dentro da meta! O desafio de hoje era tirar uma foto em um cenário assustador para a sexta-feira 13. Entretanto, não gosto muito de fotos e não tive nenhuma ideia que encaixasse, então vou deixar passar dessa vez. Espero vocês amanhã!

Boa leitura!


Bout of Books 16 #4

Bout of Books

Quarto dia de Bout of Books!

Dia 12:

Continuando a leitura de Rise to me, de Shani Struthers, cheguei a 54% do ebook. Li 20% hoje. 

Total: 55 páginas.

O desafio de hoje é: recomendar um livro com base em algo parecido ou do mesmo gênero. Minha recomendação é: se você gosta de livros que misturem histórias reais com ficção, você deveria ler A Décima Nona Esposa, de David Ebershoff, que inclusive tem resenha aqui no blog :)

Espero vocês amanhã para mais uma atualização!

Boa leitura!


Bout of Books 16 #3

Bout of Books

E vamos ao terceiro dia do Bout of Books!

Dia 11:

Eu li até 34% de Rise to me, de Shani Struthers, ou seja, li 26% do livro hoje. 

Total: 72 páginas.

O desafio de hoje era fazer uma lista com 5 livros favoritos no tópico de sua escolha. Vou colocar aqui cinco livros que mudaram alguma coisa na minha vida.




Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J. K. Rowling

Não é surpresa para ninguém esse livro estar nessa lista. Eu já amava ler e eu totalmente subestimei Harry Potter quando o vi pela primeira vez na biblioteca da escola. Entretanto, a série me conquistou totalmente e continua sendo um ponto forte na minha vida. Foi a série em que eu mais esperava o próximo livro e com a qual eu cresci junto. <3





Longe é um lugar que não existe, de Richard Bach

Eu li esse livro quando era muito pequena, e ele é belíssimo, além de lindas ilustrações tem uma forte mensagem sobre a amizade. Li várias vezes quando era pequena e ano passado ou retrasado, depois de anos tentando achar outro exemplar mas não lembrando o título, eu consegui comprá-lo e relembrar como era bom.
Então gente, estou há um tempo aqui pensando e ainda não consegui decidir os outros três livros, então vou postar assim mesmo e depois eu vou atualizando aqui, ok? Até amanhã e boa leitura!

Bout of Books 16 #2

Bout of Books

   E sejam bem-vindos ao post do segundo dia do Bout of Books! Continuando a meta de leitura, vamos ao que eu li:

Dia 10:

Como imaginei, comecei um livro que não estava na meta haha. Fiquei tão presa à história de The Hauting of Highdown Hall, de  Shani Struthers, que acabei comprando o segundo livro da série, Rise to me, e já comecei a ler. Não li tanto quanto gostaria, mas cheguei a 8% do e-book. 

Total: 23 páginas. 

   No desafio de hoje eu preciso compartilhar uma foto da minha estante / biblioteca digital ou qualquer outro lugar onde guarde meus livros. Eu não tenho uma estante para todos os meus livros, muitos deles estão no meu armário de roupa, embaixo da cama box e até na casa do meu pai rs, mas tenho uma pequena estante que comprei para mangás (e acabou se transformando em leituras que gostaria de fazer primeiro) e a minha biblioteca digital toda no Kindle, então ai vão duas fotos delas:


    Espero vocês aqui amanhã para as leituras do terceiro dia! 

Boa leitura! 

Bout of Books 16 #1

Bout of Books

    E começou o Bout of Books! Sem delongas, vamos ao que eu li no primeiro dia ro read-a-thon:

Dia 09:

Terminei um dos livros em andamento da meta,  The Hauting of Highdown Hall (Psychic Surveys #1), de Shani Struthers (34% no Kindle).

Total: 104 páginas.

O desafio de hoje é se apresentar com seis palavras no twitter ou no instagram. Como eu fiz esse desafio no ano passado e não acho que tenha mudado nenhuma dessas palavras, vou repeti-las.


Espero vocês amanhã no post do segundo dia do Bout of Books 16!

Boa leitura!

Desafio: Bout of Books 16

Bout of Books

   Esse ano eu participei do Bout of Books 15, em janeiro, e foi muito produtivo, então pretendo participar de novo esse mês. Dessa vez, o read-a-thon vai do dia 09/05 a 15/05/2016, e o formato é o mesmo. Já é o terceiro que eu participo e acredito que muitos de vocês acompanharam os anteriores, mas deixo a descrição oficial abaixo:

The Bout of Books read-a-thon is organized by Amanda @ On a Book Bender and Kelly @ Reading the Paranormal. It is a week long read-a-thon that begins 12:01am Monday, May 9th and runs through Sunday, May 15th in whatever time zone you are in. Bout of Books is low-pressure. There are challenges, giveaways, and a grand prize, but all of these are completely optional. For all Bout of Books 16 information and updates, be sure to visit the Bout of Books blog. - From the Bout of Books team


   Vocês podem se inscrever nesse post no blog oficial: Inscrição.

   Como metas de leitura, pretendo fazer o seguinte:

- Terminar livros já começados, entre eles:

  The Hauting of Highdown Hall (Psychic Surveys #1), de Shani Struthers;
  A Menina Submersa: Memórias, de Caitlín R. Kiernan;
  Deuses Americanos, de Neil Gaiman.

- Ler algum mangá que eu já tenha todos os volumes, como por exemplo:

   Lúcifer e o Martelo, de Satoshi Mizukami, da editora JBC (10 volumes);

    Provavelmente vou começar algum outro livro que não esteja previsto, pois estou com vários na lista de leitura. Espero aumentar a minha velocidade de leitura e me incentivar a terminar alguns livros que estão vergonhosamente parados. E vocês, pretendem participar? Não deixem de comentar abaixo!

Boa leitura!

A Bibliotecária de Auschwitz

"Ao longo da história, todos os ditadores, tiranos e repressores, fossem arianos, negros, orientais, árabes, eslavos ou de qualquer outro tom de pele, defenderam a revolução popular, os privilégios das classes nobres, os mandamentos de Deus ou a disciplina sumária dos militares. Qualquer que fosse sua ideologia, todos tiveram algo em comum: sempre perseguiram os livros com verdadeira sanha. São muito perigosos, fazem pensar."


Autor: Antonio G. Iturbe
Editora: HarperCollins Brasil

    Dita tem 14 anos, adora ler e é uma bibliotecária. Ela guarda oito tesouros: oito livros escondidos dos nazistas, no campo familiar de Auschwitz.

    No bloco 31, surpreendentemente, existem crianças, que além de terem sobrevivido à seleção feita ao chegar no campo, passam os dias tendo aulas clandestinas, cantando e tentando retornar a infância feliz que conheciam antes da guerra.

    Nesse bloco milagroso, Dita descobre que há oito livros, contrabandeados e proibidos, e se arrisca então para protegê-los e emprestá-los aos professores a cada dia que se passa. E é através de seus olhos que vemos a maior parte da história e o desenrolar da guerra.

     Primeiro preciso dizer que, apesar de ter lido vários livros e revistas de história sobre a Segunda Guerra Mundial, nunca havia ouvido falar da existência de um campo familiar, o que me surpreendeu bastante. Acredito que a maioria da população mundial já tenha ouvido falar alguma vez do Holocausto (a não ser que você seja criança e não tenha estudado ainda ou não tenha acesso a estudo/mídias), e esse livro traz um conglomerado de informações sobre ele. 

    Saber que existiu esse bloco em Auschwitz e que livros foram contrabandeados para ele, sacrificando recursos muito mais essenciais na época, como comida e vestimenta, me traz uma sensação indescritível. Como Dita e outros personagens apontam, livros trazem luz para esse ambiente desesperador, e o mais importante, esperança, a sensação de que tudo voltará a normalidade no futuro.

    Peguei o e-book em uma promoção no site da Amazon, e acabei não lendo a sinopse antes de começar a leitura, então foi uma grata surpresa descobrir no seu final que é baseado em uma história real, que Dita realmente existiu. Há uma sensação doce e amarga ao se ler uma história real sobre o Holocausto, pois nunca se sabe se aquele personagem sobrevive a todas as crueldades que sofre, e mesmo que ele sobreviva, muitos outros não conseguirão.

    Minha única crítica a esse livro foi que achei que faltou fluidez em alguns momentos, pois em alguns trechos temos mudanças de narrador para outros personagens, inclusive o Dr. Mengele, que todos que já leram sobre o Holocausto conhecem, e fatos sobre eles são incluídos, dando um tom de documentário a leitura, quebrando o ritmo pré-estabelecido. 

    Esse livro traz alguns termos e situações fortes, então não recomendaria a uma criança muito nova que se impressionasse fácil. Com essa exceção, recomendo a todos a leitura e principalmente, a reflexão sobre que foi lido. 

Boa leitura.

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra) Americanas, Cultura, Saraiva, Submarino e Travessa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...