As Gêmeas do Gelo

 "As Gêmeas do Gelo. Porque elas nasceram no dia mais frio do ano, tinham olhos de um azul-gelo e os cabelos loiros quase brancos, como a neve."

Autor: S. K. Tremayne
Editora: Bertrand Brasil
Disponível no Kindle Unlimited

   Sarah e Angus Moorcroft tem uma vida perfeita: são extremamente apaixonados e pais amorosos de duas gêmeas idênticas, Lydia e Kirstie. Quando, em um terrível acidente, uma das meninas morre, a vida da família é destruída.
"Quase um ano depois nos casamos e, após quase dois anos de casamento, tivemos as meninas: gêmeas idênticas. E agora só resta uma delas."
   Procurando recomeçar após um desastroso ano e várias outras perdas em sua vida, o casal se muda para uma ilha escocesa herdada da avó de Angus, mas uma dúvida permeia a mente de Sarah: Kirstie revelou que na verdade houve um engano, que é Lydia. Em um cenário de isolamento, ela precisa se relembrar do que houve no dia que mudou a vida de todos, e chegar a uma conclusão de qual filha vive ao seu lado, e qual se foi.

   Fiquei interessada na sinopse da história e aproveitei que está disponível no Kindle Unlimited para pegar o e-book emprestado. Gosto muito de um suspense literário (na vida não é bom viver em incertezas, mas aprecio a investigação e a descoberta em uma boa história), e é uma história extremamente delicada, com o sofrimento de diversos personagens.
"Por que você continua me chamando de Kirstie, mamãe? Kirstie está morta. Quem morreu foi a Kirstie. Eu sou Lydia."
   Sarah tenta não pensar muito no acidente que tirou uma de suas gêmeas, e nem como a sobrevivente está sendo afetada. Toda sua esperança e expectativa está na mudança que farão e como talvez consigam resgatar sua vida familiar em um ambiente em que ninguém conheça seu passado. Mas uma revelação pesa em sua cabeça e a atrapalha a aproveitar esse recomeço.
"Eu preciso viver um sonho. Neste exato momento, é tudo do que preciso, porque a realidade tem sido muito difícil de suportar."
   O livro traz uma sensação de confusão muito grande em diversos momentos, sobre em quem acreditar, sobre o que aconteceu no acidente. É narrado em primeira pessoa, com o ponto de vista alternando entre Sarah e Angus. É difícil não se comover com a história dos personagens, mas ao mesmo tempo é difícil confiar em qualquer um deles.

   Fiquei um pouco confusa com o final do livro, sem saber se gostei ou não, mas de um modo geral eu aproveitei bem a leitura. Fiquei curiosa para conhecer a Escócia, parece um lugar muito bonito. E vocês, já acompanharam essa história? Não esqueçam de comentar abaixo.

*Comprando no link acima você ajuda o blog com uma pequena porcentagem da compra, sem aumentar o valor para você :)

Boa leitura!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...