Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos

"A família Dashwood estava estabelecida em Sussex desde antes da Alteração, 
quando as águas do mundo se tornaram frias e abomináveis para os filhos do homem, 
e as trevas se moveram sobre a superfície dos oceanos."


Autor: Ben H. Winters
Editora: Intrínseca

    Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos segue praticamente a história principal do clássico em que se baseou, com algumas modificações. Elinor, Margareth e Marianne, junto com sua mãe, ficam desalojadas quando seu pai morre, e vão parar em um chalé de um parente distante. Mas, diferente do original, seu pai não morreu de uma doença, mas sim de um ataque de um tubarão-martelo.

   Nesse mundo, as pessoas precisam se preocupar com qualquer ser marinho, desde os pequenos peixes aos poderosos mamíferos, pois desde a Alteração, um acontecimento sem explicação, todos os animais marinhos se voltaram violentamente contra a população humana. Depois da morte do Sr. Dashwood, as três irmãs e sua mãe perdem o lar para John Dashwood, filho do primeiro casamento de seu pai, e acabam se mudando para um chalé em uma ilha longe de sua casa e muito misteriosa, perto de seu parente e locatário, John Middleton.

    Em meio aos problemas sociais, as irmãs enfrentam problemas no âmbito amoroso e relacionados à Alteração. Mas, ao contrário do que seria esperado, dado o comportamento das personagens na história original, e pelas suas próprias características descritas no livro, não pude reconhecer essas mesmas qualidades e atitudes.

    Elinor, dada como a irmã mais sensata e razoável, muitas vezes deixa passar importantes detalhes e os ignora totalmente. Além disso, vários defeitos de alguns personagens, que são importantes para a construção e entendimento da história, são suavizados ou aumentados desnecessariamente. Mas o que mais me irritou nesse livro foi o desfecho. O autor cria todo um suspense (e o ignora em grande parte do livro) que termina de um modo não coerente. Enquanto em um momento é um grande problema, em outro some.

    Fiquei muito decepcionada com essa adaptação, principalmente porque gostei muito de Orgulho e Preconceito e Zumbis, e esperava algo à altura. Achei que vários trechos pareciam simplesmente copiados do livro original sem necessariamente se encaixarem no enredo criado. A história de Monstros Marinhos se tornaria muito interessante se fosse melhor trabalhada.

    Não recomendo a leitura para aqueles que não leram o original antes, que considero muito melhor. Além de ter vários spoilers, foi uma leitura maçante e arrastada, demorei um mês e meio para conseguir terminar. Apesar de tudo, gostei do trabalho gráfico, principalmente pelas ilustrações, que achei muito bem feitas. O papel amarelado também facilita a leitura. Alguns pontos negativos foram: a fonte, que em certas partes parece menor, e as frases são um pouco juntas demais; e os capítulos também não são muito bem divididos, terminando e começando na mesma página.

    E vocês, já leram? Comentem nos comentários o que acham, por favor ;)

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra) Americanas, Cultura, Saraiva, Submarino.

Boa leitura!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...