Cidade das Cinzas

ATENÇÃO: Segundo livro da série Os Intrumentos Mortais, cujo primeiro livro é Cidade dos Ossos. Para quem não leu o primeiro, essa resenha contém spoilers.


Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record

   Recapitulando, Clary descobre que é uma caçadora de Sombras também, filha de Valentim, o grande vilão da história. Infelizmente, acaba descobrindo que Jace, o menino que ama, também é filho dele, sendo assim seu irmão. Como se não bastasse isso, ela consegue achar sua mãe, mas esta se encontra em coma profundo, causado por algo desconhecido, e ninguém consegue reverter.

   Valentim consegue roubar um dos três instrumentos mortais: o Cálice Mortal, um poderoso objeto que foi usado para criar os primeiros Caçadores das Sombras. Agora, foragido, não sabem qual seu próximo passo, e todos têm que lidar com um Jace sarcástico, irônico, revoltado, que está causando muita confusão.

   Encontramos os personagens em um estado caótico. Clary começa a sair com Simon, mas não consegue esquecer seu irmão, Jace, por quem se apaixonou antes de saber dessa ligação. Simon, por sua vez, está agindo estranho, distante em alguns momentos. Jace está passando por problemas familiares e tendo que lidar com a nova informação de que seu pai está vivo e não conseguindo lidar com o fato de que o amor que sente por Clary não é fraternal.

   Começam a acontecer coisas estranhas. Crianças do submundo são assassinadas e Valentim consegue roubar mais um Instrumento Mortal. Jace é então acusado de ter algum envolvimento, e todos tentam descobrir o que Valentim fará em seguida.

   Gostei muito desse livro. Terminei o primeiro em plena agonia ao descobrir que Clary e Jace são irmãos. Gostei tanto dos dois como casal, e quando começaram a aparecer indícios dessa ligação entre os dois, eu não acreditei que a autora poderia realmente fazer isso com eles. Pois é, ela fez. Descobrimos no livro passado a história dramática de Jocelyn e o envolvimento de Luke na vida das duas. Luke, a propósito, descobrimos ser um lobisomem, que se tornou líder um bando para ajudá-las.

   Sofri muito junto à Jace e Clary, a autora conseguiu passar a agonia que é amar e não poder demonstrar nem agir sobre esse amor, mesmo sabendo ser correspondido, e a desesperança de saber que nunca poderá acontecer. A relação de Clary e Simon mudou drasticamente e Simon amadurece muito. 

    Conseguimos alguns pedaços de informação que podem se transformar em coisas interessantes no futuro. Ganhamos conhecimento sobre os lobisomens nesse livro, conhecendo mais o bando de Luke e trazendo mais uma personagem lupina. 

   Achei que a escrita e a história conseguiram evoluir nesse segundo livro, e fiquei muito satisfeita com isso. Sempre existe aquele medo da autora estragar a história em uma série, mas não foi o caso. Como no primeiro, o final traz uma grande revelação, que é interrompida até o próximo livro e nos traz grande expectativa.

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra) Americanas, Cultura, Fnac, Saraiva, Submarino, Travessa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...