Coração de Tinta

"Como a chuva não a deixava dormir, ela se sentou, esfregou os olhos e pegou o livro. As páginas farfalharam cheias de promessas quando ela o abriu. Meggie achava que esses primeiros sussurros soavam de maneira diferente em cada livro, conforme ela soubesse ou não o que ele lhe contaria."



Autora: Cornelia Funke
Editora: Companhia das Letras

   Ao ler em voz alta, Mo não só encanta quem o ouve, como tem um dom inesperado: ele traz à vida coisas e seres do livro que lê. No aniversário de três anos de sua filha, Meggie, Mo traz alguns convidados inesperados e sua mulher acaba desaparecendo misteriosamente - para dentro do livro.

   Com doze anos, Meggie nada sabe sobre isso. Mo é um maravilhoso encadernador e os dois amam ler. O mais estranho que ocorre em suas vidas é que os dois viajam muito, enquanto Mo muda de um serviço a outro. Tudo muda quando um misterioso homem aparece em sua casa e eles tem que partir em uma grande aventura.


    O que falar de Coração de Tinta e sua autora? Os dois conquistaram um lugar especial no meu coração. Desde o começo do livro consegui sentir entre Mo e Meggie uma forte ligação e um forte relacionamento de pai e filha. Mo é um encadernador, ele recupera livros antigos que perderam capas, tem espinhas quebradas ou simplesmente precisam de uma nova "roupagem". Ele é um pai atencioso e carinhoso, que inspira na filha a mesma paixão de ler que tem.

    Meggie por sua vez é uma menina de 12 anos que não tem muitos amigos e viaja muito, tanto com o pai quanto nos livros. Já tendo lido diversos livros várias vezes, a menina tem um enorme apego aos amigos de papel e tinta, que só não é maior que o amor que tem pelo pai. Tendo sua mãe sumido misteriosamente, Mo é tudo que ela conhece e tem.

    Tudo começa quando Dedo Empoeirado, um conhecido do pai de Meggie aparece na casa deles tarde da noite e dá um estranho aviso: Capricórnio está atrás deles. E assim conhecemos vários outros personagens, alguns encantadores, outros frios no início e amados no final e outros simplesmente abomináveis. 

    A autora escreve da maneira que ela descreve Mo lendo: apaixonante. Eu conseguia ver as cenas se passando pelos meus olhos como se realmente estivesse lá, sentindo medo por eles, amor, saudade. Fiquei cativa. Os capítulos são pequenos e o enredo tem um desenvolvimento maravilhoso. Apesar de ter 456 páginas, foi uma leitura rápida e que infelizmente acabou.

    O desenvolvimento e o final do livro foram coerentes com a história toda e em alguns momentos eu fiquei pensando "olha, a autora esqueceu de falar deste detalhe" só para ver que em algumas páginas a frente a minha dúvida seria respondida. 

    O trabalho gráfico do livro é maravilhoso, a capa é linda, as folhas são amarelas e cada capítulo contém uma citação de outro livro no começo e uma ilustração no final. Não percebi nenhum erro de revisão ou tradução (mas fiquei tão imersa na história que não tenho certeza se teria percebido se houvesse algum). Espero agora gostar tanto dos outros dois volumes dessa série como gostei deste. 

   E vocês, já leram? Gostaram? Não esqueçam de comentar ;)

Boa leitura!

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra) Americanas, Cultura, Fnac, Saraiva, Submarino, Travessa.

Para quem quiser comprar a trilogia de uma vez só: Americanas, Submarino.

Ps: Esse livro faz parte do Desafio Literário Skoob 2014,
referente ao mês de Abril

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...