Esposa22

 

Autora: Melanie Gideon
Editora: Intrínseca

    Alice, após vinte anos de casamento, começa a refletir sobre sua vida. Chegando perto de uma idade importante, ela percebe que seu casamento foi para um direção inesperada. Se sentindo solitária e cada vez mais distante do marido, ela recebe um convite para uma pesquisa on-line sobre casamentos, e resolve aceitar. 

    Tudo é feito de forma anônima, e ela recebe o apelido de Esposa22, sendo conectada ao Pesquisador101, responsável pela condução das perguntas. Entretanto, os questionamentos trazem diversas memórias antigas à tona e a comunicação entre os dois se torna mais íntima do que era esperado.

    Escolhi esse livro para a MLV 2021, para a categoria Capa feia, e continuo não gostando dessa capa. Mas, como dizem, não se deve julgar o livro pela capa, e essa história foi mais uma prova disto. O livro é narrado em primeira pessoa, pela Alice, então não temos muita visão do que William, seu marido, ou os outros personagens estão sentindo. Além disso a autora usa recursos como emails, sms, mensagens e posts de Facebook para contar o que está acontecendo no mundo da protagonista.

    Achei o tom do livro bem sensível, e estava esperando várias coisas diferentes enquanto lia, mas a autora me surpreendeu. Estou com 30 anos, e vejo que a cada ano que passa me identifico mais com os livros adultos do que com os que costumava ler, apesar de ainda gostar de YA, infanto-juvenil e livros infantis. Mas de qualquer maneira, questionamentos em relação à família e relacionamentos estão no meu dia-a-dia.

    Os personagens são cativantes e a narrativa é bem gostosa. Achei interessante a forma como a autora encontrou de informar sobre a vida dos secundários: a protagonista lendo seus posts no facebook. Gostei muito que nenhum personagem é perfeito e todos tem questões a trabalhar, tornou o livro mais real. E vocês, já leram essa história? Se identificam com esse tipo de reflexão? Não esqueçam de comentar!

    Só por curiosidade, gostei muito mais dessa capa que achei online:



Boa leitura!

Um comentário:

  1. "Make local 3D printing possible, without ever proudly owning a printer of your individual..." Your 3D prints are produced by rigorously verified suppliers, in your city if possible. ● The drawing is a composite mannequin, so please make clear what you need, splitting printing or total printing. Versatile mold-casting for the manufacturing of urethane Women’s Loafer Slippers elements customizable with colours and textures. Fast Radius has been recognized as one of many planet’s most revolutionary factories by the World Economic Forum.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...