Prodigy

ATENÇÃO: Esse livro é o segundo volume da trilogia Legend, cujo primeiro é Legend (resenha aqui), e essa resenha contém spoilers do livro anterior.

Autora: Marie Lu
Editora: Rocco

   Em Prodigy, encontramos June e Day onde estavam quando Legend acabou: indo de trem para Las Vegas. Depois de fugir de sua execução, Day está sem muitas opções, principalmente agora que June também é procurada pelo governo. Os dois então partem à procura dos Patriotas, o grupo rebelde da República, em busca de cura para Day e auxílio para encontrar seu irmão mais novo, Éden, que se encontra em poder do governo.

   Quando conseguem chegar ao destino, uma coisa inesperada acontece: o Primeiro Eleitor morre. Em um encontro com os Patriotas, eles recebem uma oferta: a ajuda necessária em troca da afiliação dos dois ao grupo e da execução de uma missão: matar o novo Primeiro Eleitor, Anden, o filho do antigo líder. Nesse processo os dois descobrem que nem tudo é o que parece, e que muitas escolhas são difíceis de se fazer.

   Estava muito animada para ler Prodigy, pois gostei muito de Legend, o primeiro livro da série. Começamos o livro com um Day um pouco mais amargo e desconfiado, o que é compreensível. June, por outro lado, apesar de carregar uma enorme culpa pelo que aconteceu no passado, continua decidida e muito forte.

   Fiquei um pouco entediada com o começo do livro, e várias atitudes do Day me irritaram, mas depois de um tempo o livro pegou um ritmo bom e eu me vi ansiosa para saber como terminaria. Uma coisa que me decepcionou muito é a quantidade de clichês. Para o leitor que esteja lendo outras séries distópicas atuais, talvez seja uma boa dar um tempo antes de ler essa, pois tem vários pontos em comum. Não vou discorrer quais são pois teria que dar vários spoilers, mas esperava algo diferente dessa história. Apesar de já ter alguns clichês no primeiro, não esperava tantos no segundo.

   Uma coisa boa nesse livro foi o aprofundamento em alguns personagens secundários, o que me deixou mais interessada na história em saber mais sobre eles. Espero ter boas surpresas em relação a eles em Champion.

   Já tenho o terceiro livro comigo, e espero conseguir lê-lo em breve, apesar de estar um pouco desanimada. Espero que a autora consiga trazer um bom final à história, mas que seja principalmente condizente com o que foi construído até agora. E vocês, estão lendo? Gostaram desse volume? Não esqueçam de comentar!

Esse livro faz parte do Desafio Literário Skoob 2015, referente ao mês de Janeiro,
e do 2015 Reading Challenge, na categoria "Um livro cujo é título é apenas uma palavra".

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra) Americanas, Cultura, Fnac, Saraiva, Submarino e Travessa.

Boa leitura!

Jogador nº 1

Autor: Ernest Cline
Editora: Leya

    Em um futuro onde acabaram várias fontes de energia, e comida, eletricidade e abrigo são artigos de luxo, um videogame salva a todos da realidade: Oasis. Mas mais que um jogo, Oasis é um novo mundo, onde você pode estudar, trabalhar, vender artigos e viver muitas aventuras. Quando o criador e desenvolvedor do jogo, James Donovan Halliday, morre, uma grande surpresa é revelada.

   Acontece que o sr. Halliday é uma das pessoas mais ricas e poderosas, e morre sem ter um herdeiro, lançando então um concurso. Fã de videogames, músicas e filmes dos anos 80, década em que nasceu, ele revela que tem uma paixão por Easter Eggs, uma informação que o desenvolver esconde dentro do jogo e que cabe ao jogador descobri-la. Pode ser o nome do programador, uma imagem de outro jogo, qualquer coisa.

   Halliday então revela que desenvolveu um Easter Egg dentro do Oasis e deixa uma dica de que existem três chaves que abrem três portões e que o jogador que chegar ao final herdaria toda a sua fortuna e o poder sobre o jogo. Claro que todos os jogadores ficam muito animados em conseguir descobrir essa informação e melhorar de vida, mas se passam cinco anos sem que ninguém consiga nada, e a maioria já desistiu. É nesse ponto que conhecemos Wade Watts, um garoto de 18 anos que finalmente acha a primeira chave. Com essa descoberta tudo muda, e o que era a caçada para um futuro melhor se torna uma luta pela vida. 

   Ouvi falar muito desse livro e estava curiosa, principalmente por gostar de videogames e ter trabalhado por um breve período como programadora (nunca programei games, mas o tema chamou minha atenção). Fiquei muito feliz quando vi que estava disponível no Kindle Unlimited e foi o primeiro livro que peguei emprestado e li. 

   Confesso que Wade Watts não me conquistou de cara. É um personagem muito pessimista, com uma vida sofrida, órfão, com uma tia malvada e vivendo em um dos piores lugares descritos no livro. Entretanto, não gostei de muitas atitudes que tomou no começo e meio do livro e comecei a simpatizar um pouco mais quando estava chegando á metade da história. Achei mais interessantes os outros quatro famosos caça-ovos (jogadores que se dedicam a achar o Easter Egg) que conhecemos também. Em alguns momentos desejei que o livro não fosse narrado em primeira pessoa, pois seria mais interessante ver seus pontos de vista. 

   O livro ficou muito falado pelas várias referências aos jogos, filmes e músicas dos anos 80. Halliday nasceu nessa década e deixou um manual de referências que se tornam conhecidas por todos os caça-ovos por poderem estar relacionadas á caça, e o mundo todo mergulha nos anos 80, não só na cultura como também no vestuário. Além de ser relacionado ao jogo, há também um certo saudosismo por ser uma época em que o mundo era um lugar bom de se viver.

   Uma coisa que mexeu muito comigo é que o livro não se passa em um futuro muito distante, mas daqui a uns 25 anos, e o modo como o mundo está não é algo muito impossível de acontecer. Isso me fez pensar muito no consumismo desenfreado e na falta de preocupação não só com o meio ambiente, mas também com o próximo. 

   Gostei muito do andamento que o livro toma quando temos mais ação, e do desenvolvimento de alguns personagens, e fiquei curiosa para ler outros trabalhos do autor. Indico para todos, não precisa ser nerd ou geek para gostar da história. Eu não conhecia várias referências que foram feitas ao longo da leitura e mesmo assim me diverti e aproveitei a leitura. 

   E vocês, já leram? Pretendem ler? Não esqueçam de comentar abaixo! 

Esse livro faz parte do Desafio Literário Skoob 2015, referente ao mês de Janeiro,
e do 2015 Reading Challenge, na categoria "Um livro que se passa no futuro".

Boa leitura!

[Promoção] Dois anos de Sincerando!


   Chegamos ao aniversário do blog, que foi dia 17 de janeiro! E para comemorar e agradecer a vocês, o Sincerando se juntou com os blogs: Beletristas, Páginas Encantadas e Tagarelando e a página do Facebook Pixelados, para sortear para vocês os seguintes prêmios:

Beletristas: O estranho, de Kyra Davis

Sinopse: "Kasie Fitzgerald sabe quem deve ser. Responsável. Confiável. Previsível. Ela é uma ambiciosa workaholic, fiel ao homem com quem pretende se casar. Mas uma noite selvagem e impulsiva, em Las Vegas, vai despertá-la para novas experiências... Tentando a sorte em uma mesa de vinte e um, Kasie conhece ele.

Intenso. Sensual. Perigoso. Ela aceita seu convite para um drinque... e depois para o quarto. Ela não sabe o nome dele. Mas nunca vai se esquecer do sexo. Forte. Excitante. Explosivo.

Então, quando aquele homem misterioso aparece inesperadamente em sua empresa, ela se entrega ao domínio dele, tanto na cama quanto no trabalho. Não há como prever aonde o rico e poderoso Robert Dade vai levá-la. Mas também não há como resistir aos seus desejos. A única questão é quem Kasie será, quando a jornada chegar ao fim."



Sinopse: "Nell e Kyle são amigos desde a infância. Sempre fizeram tudo juntos, então ela nem se lembra de quando se tornaram realmente um casal. Quando Kyle morre da forma mais repentina, o mundo de Nell é lançado em um abismo de incertezas e dor. É quando Nell conhece Colton, irmão de Kyle e até então um completo desconhecido para ela.

Estranhamente, é como se Colton a conhecesse há muito tempo... é como se ele a conhecesse por dentro. Ambos passam, então, a lutar para seguir em frente da melhor maneira possível. Nell, sufocada pelo peso da culpa.Colton, lutando contra a força que o arrasta em direção a ela... Cada um à sua maneira, os dois precisam desesperadamente encontrar o sentido da cura e do perdão."

Sinopse: "Em O doador de memórias, a premiada autora Lois Lowry constrói um mundo aparentemente ideal onde não existem dor, desigualdade, guerra nem qualquer tipo de conflito. Por outro lado, também não há amor, desejo ou alegria genuína. | Os habitantes de uma pequena comunidade, satisfeitos com a vida ordenada, pacata e estável que levam, conhecem apenas o presente o passado e todas as lembranças do antigo mundo lhes foram apagados da mente. | Um único indivíduo é encarregado de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis. | Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá coragem, disciplina e muita força, mas não faz ideia de que seu mundo nunca mais será o mesmo. | Orientado pelo velho Doador, Jonas descobre pouco a pouco o universo extraordinário que lhe fora roubado. Como uma névoa que vai se dissipando, a terrível realidade por trás daquela utopia começa a se revelar."

Pixelados: Chaveiro Harry Potter e Chaveiro Relíquias da Morte


Sincerando:


Anjo Mecânico - Cassandra Clare

Sinopse: "A história se passa na Londres vitoriana, mais ou menos 150 anos antes dos acontecimentos que envolvem Clary e Jace. Quando a tia da jovem Tessa Gray morre, a única saída é mudar-se de Nova York para Londres e ir morar com o irmão, que está na Europa a trabalho. Ao chegar, Tessa é sequestrada por duas mulheres que, no cativeiro, a ensinam a explorar um dom que ela até então desconhecia. Tessa é capaz de se transformar em qualquer coisa que quiser. Esse dom logo se mostrará valiosíssimo para a luta dos Caçadores de Sombras contra os demônios e ela ficará cada vez mais envolvida com esse universo, especialmente por causa de Will Herondale."




Todo Dia - David Levithan

Sinopse: "Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor."





Regras do Sorteio:

- É obrigatório visitar a página do Facebook dos blogs e do Pixelados, as outras entradas são opcionais e aumentam as chances de ganhar.

- Para ganhar os livros "O Estranho" e "Louco por você", é obrigatório ter 18 anos. Os mesmos contém cenas inapropriadas para menores. O vencedor deve mandar documento com foto e data de nascimento para o email do blog (por foto ou scanner), se isso não for feito, será desclassificado (dados pessoais como nº do documento, endereços, etc não são necessários, podem ser apagados ou cobertos através de um editor de imagem). Caso o vencedor seja menor de 18 anos, ele ganhará os outros prêmios e os livros citados acima serão sorteados novamente até que alguém maior de 18 anos seja selecionado.

- O sorteio é de âmbito nacional, ou seja, o vencedor deverá fornecer endereço dentro do território brasileiro.

- O sorteio terá duração de um mês (de 20/01/14 a 20/02/14), e após o resultado, o vencedor terá dois dias para responder o email que lhe será enviado, com a devida comprovação de idade anexada. 

- Cada blog se responsabilizará pelo envio do livro ofertado, não tendo responsabilidade pelo envio dos outros. 

a Rafflecopter giveaway

    Não deixem de preencher as opções direito, pois serão conferidas no resultado, e não esqueçam de comentar! Obrigada por esses dois anos e por acompanharem o meu trabalho, que espero que traga muitas leituras boas em 2015! 

Boa sorte!

Mary Poppins

Autora: P. L. Travers
Tradução: Joca Reiners Terron
Ilustração: Ronaldo Fraga
Editora: Cosac Naify

   Preciso começar dizendo que amo o filme da Disney de Mary Poppins, que a maioria conhece. Ano passado saiu nos cinemas o filme "Saving Mr. Banks", o qual contava a história da criação do filme e das discussões da autora com Walt Disney para a produção do mesmo. Com isso, me deu vontade de ler o livro, mas estava com dificuldade de encontrá-lo, quando descobri que a Cosac Naify ia lançá-lo no Brasil. 

   O livro saiu em duas edições uma com uma pasta (que é o dobro do preço) e esta, mais simples, que acabei pagando ainda mais barato em uma promoção. Confesso que estranhei um pouco a diagramação e demorei um pouco para apreciá-la, mas atualmente estou apaixonada por ele. 


    Passando para a história, começamos o livro com uma família com quatro crianças, Jane, a mais velha, Michael, o segundo, e John e Barbara, os dois gêmeos bebês (que sim, não existem no filme). A babá deles foi embora sem avisar e eles precisam de outra urgentemente, e é quando Mary Poppins misteriosamente aparece, cheia de truques e novidades. As crianças então passam por várias aventuras e situações inesperadas. 

   Posso confessar uma coisa aqui? O livro é totalmente diferente do filme. Enquanto Mary Poppins no filme é encantadora e brincalhona, a do livro é mau humorada e em algumas vezes rude. As crianças não são tão mau educadas e os pais quase não são citados, grandes cenas do filme não existem aqui. Por um lado eu fiquei um pouco decepcionada, mas depois aproveitei as diferenças e consegui gostar da história também. 

A famosa cena do carrossel, que aqui acontece um pouco diferente do que conhecemos do filme.

O livro em alguns momentos parece não chegar a lugar nenhum, e o final é um pouco aberto, mas é preciso lembrar que faz parte de uma série, diferente do filme, que é uma história fechada. Gostaria muito de ler os outros livros e talvez os compre em inglês no futuro. Algumas aventuras foram muito divertidas e fiquei curiosa para ver o que mais a autora criou nesse mundo. 

   Gostaria de comentar mais algumas coisas sobre esse volume:




 O livro é um pouco maior que o normal (coloquei um hardcover que estou lendo para comparar) e tem uma espinha que aparece e é costurada com o nome de Mary Poppins, o que confesso que me deu muito nervoso na hora de ler, pois fiquei morrendo de medo que o livro desabasse, o que obviamente não aconteceu haha. Toda a parte externa dele é muito bonita.


    A parte interna também não deixa nada a desejar, com uma diagramação impecável. Demorei a me acostumar com as ilustrações, pois estou acostumada com algo mais redondo e de aparência infantil, mas gostei muito delas. Fiquei surpresa quando descobri no final como foram feitas (e deixo aqui o espaço para que vocês se surpreendam também, quando acabarem de ler).


   O espaçamento é muito bom, e as páginas são amareladas. O texto não é justificado, e a fonte usada não cansou a vista. Apesar de parecer um livro muito grande, tem uma quantidade pequena de páginas (192). Foi uma ótima aquisição e estou feliz de tê-lo lido. Espero que possam curtir essa leitura também, e não deixem de comentar! 

Esse livro faz parte do Desafio Literário Skoob 2015, referente ao mês de Janeiro,
e do 2015 Reading Challenge, na categoria "Livro escrito por uma mulher".

Boa leitura!

Bout of Books 12 - Final

Bout of Books

    Sumi esses dias, mas mantive a maratona atualizada no twitter, como havia falado. Acabei só fazendo um desafio diário, mas consegui adiantar as leituras que queria, então estou feliz. Vamos ao que eu li:

A primeira leitura terminada foi do mangá O Senhor dos Espinhos, e eu gostei muito de fazê-la. Tem um tom de mistério eletrizante e eu adivinhei algumas coisas no final, mas no geral a história me surpreendeu bastante. Quero fazer um post sobre ele em breve. 







   Terminei Jogador nº 1, e no começo eu não estava gostando muito da leitura, mas depois de uns 20% o ritmo mudou e eu mergulhei de cabeça. O livro tem várias referências à músicas, filmes e videogames clássicos, mas confesso que algumas eu não conhecia. Em breve vou postar a resenha para vocês, com mais detalhes. 





   

   No domingo eu comecei Rosie Dunne, mas esse calor do Rio de Janeiro não me deixou ir muito longe. Finalizei com 167 páginas e pretendo acabar de lê-lo logo. 
    
   Me irrita um pouco esse desencontro de pessoas que se amam, mas eu estou gostando muito dos personagens principais, então estou conseguindo levar a leitura adiante. 









    Vou ficando por aqui e espero que os outros participantes tenham terminado ou chegado perto da sua meta também. Estou muito feliz com o meu desempenho e espero conseguir manter um ritmo bom de leitura ao longo do ano. Vejo vocês em breve!

Boa leitura!

Bout of Books 12 #2

   Esse segundo dia de Bout of Books foi um pouco mais corrido, mas consegui aproveitar um tempo livre e como estava ansiosa para saber mais da história de O Senhor dos Espinhos, acabei terminando os mangás, lendo os 05 volumes que faltavam. 






































Quero adiantar a leitura de Jogador nº 01 no terceiro dia e talvez começar Rosie Dunne também. Acabei não tendo tempo de fazer o segundo desafio, infelizmente. Estou atualizando as leituras no twitter também (@SincerandoBooks), se vocês quiserem acompanhar. Volto depois para comentar do dia 03!

Boa leitura!

Bout of Books 12 #1

   Hoje eu li um pouco, até que a minha internet caiu e eu consegui ler mais haha Ainda estou sem internet fixa, então o post deve ficar simples pois o meu 3g não é lá essas coisas. Vou fazer um dos desafios do dia e dar um feedback de como estão minhas leituras.


   Esse desafio consiste em procurar livros na sua estante que se encaixem nas seguintes categorias (tradução livre):

1. Ache um autor com as mesmas iniciais que você
    Infelizmente não achei nenhum com S. S. :( 

2. Ache um livro com a cor amarela 
    Philomena - Martin Sixsmith

3. Ache um autor que tenha a letra S no nome
    O Jogo do Anjo - Carlos Ruiz Zafón

4. Ache um livro com uma protagonista feminina
   A Bússola Dourada - Philip Pullman

5. Ache o maior livro que você tem
   Sob a Redoma - Stephen King

6. Ache um livro com um mapa
   Battle Royale - Koushun Takami

7. Ache um livro com um rosto na capa (foto ou ilustração)
   Brilho - Amy Kathleen Ryan


Bônus: Ache algo que não seja um livro


   Tenho esses dois bonecos super fofos do Charmander e do Seiya, mas não tenho muita coisa decorativa pois não tem muito espaço nem para os livros.

   Resolvi não fazer o segundo desafio, mas vocês podem conferi-lo aqui;  New Year’s Resolution Challenge.

   Hoje eu li: 10% de Jogador nº 01 e o volume 01 de O Senhor dos Espinhos, e estou muito animada com as duas leituras. Espero começar Rosie Dunne logo também! E vocês, estão participando? Como estão as leituras? Não esqueçam de comentar ;)

Boa leitura!

Desafio: 2015 Reading Challenge

   Descobri esse desafio através de um canal estrangeiro e fiquei interessada. O objetivo é ler livros de várias categorias diferentes e diversificar a leitura, saindo da nossa zona de conforto. No total são 52 livros, mas não é necessário fazer todas as categorias. O desafio foi criado pelo blog Popsugar e as categorias são as seguintes (tradução livre):

- Um livro com mais de 500 páginas

- Um livro que é um romance clássico
   Mansfield Park, de Jane Austen (12/12)

- Um livro que foi adaptado para um filme
   O Talentoso Ripley, de Patricia Highsmith (13/05)

- Um livro publicado este ano
   A herdeira, de Kiera Cass (09/05)

- Um livro com um número no título
   Os 13 porquês, de Jay Asher (01/08)

- Um livro escrito por alguém com menos de 30 anos

- Um livro com personagens que não sejam humanos
   Benjamin, de Pedro Proença (28/10)

- Um livro engraçado
   Rosie Dunne, de Cecelia Ahern (18/01)

- Um livro escrito por uma mulher
     Mary Poppins -  P. L. Travers (03/01) (Resenha)

- Um livro que é um mistério ou um thriller
     Terminal - Mike Powelz (29/09)

- Um livro cujo é título é apenas uma palavra
     Prodigy - Marie Lu (26/01) (Resenha)

- Um livro de contos
    Felizes para sempre, de Kiera Cass (14/12)

- Um livro que se passa em outro país
Finding Audrey, de Sophie Kinsella (Resenha)

- Um livro de não ficção
- O primeiro livro de um autor popular
- Um livro que você não leu ainda, escrito por um autor que você ama
- Um livro que um amigo recomendou
- Um livro ganhador do prêmio Pulitzer
- Um livro baseado em uma história real

- Um livro no final da sua lista de leitura
     Winkie, de Clifford Chase (Resenha)

- Um livro que a sua mãe ame
- Um livro que te assuste
- Um livro com mais de 100 anos de idade
- Um livro que você queira ler pela capa
- Um livro que você deveria ter lido na escola, mas não leu
- Um livro de memórias

- Um livro que você pode ler em um dia
   Menina Morta-Viva, de Elizabeth Scott (03/06)

- Um livro com antônimos no título
   Pequenas grandes mentiras, de Liane Moriarty (17/12)

- Um livro que se passe em um lugar que você sempre quis visitar
- Um livro que foi publicado no ano em que você nasceu
- Um livro com críticas ruins
- Uma trilogia
- Um livro da sua infância

- Um livro com um triângulo amoroso
   Possuída, de Vanessa Bosso (03/01)

- Um livro que se passa no futuro
     Jogador nº 01, de Ernest Cline (10/01) (Resenha)

- Um livro que se passa no ensino médio
    Dark Hope, de Monica McGurk (26/08)

- Um livro com uma cor no título
   The Bride wore Blue, de Cheryl Bolen (22/12)

- Um livro que faça você chorar
   Eleanor e Park, de Rainbow Rowell (05/07) (Resenha)

- Um livro com magia
   O Aprendiz (As Aventuras do Caça-feitiço #1), de Joseph Delaney (21/03)

- Uma graphic novel
     Bidu - Caminhos, de Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho (12/01)

- Um livro de um autor do qual você nunca tenha lido nada
     Finding Emma, de Steena Holmes (03/04) (Resenha)

- Um livro que você tem, mas nunca leu
- Um livro que se passa na sua cidade natal

- Um livro que foi originalmente escrito em outra língua
    Terminal, de Mike Powelz (29/09)

- Um livro que se passe durante o Natal
   All I want for Christmas is you, de Lisa Mondello (19/12)

- Um livro escrito por um autor com as suas iniciais
- Uma peça
- Um livro que foi banido
- Um livro baseado em, ou que tenha sido adaptado em uma série de TV

- Um livro que você começou mas nunca terminou
   A Escolha do Coração, de Amanda Brooke (06/12)

    Já li um livro este ano que se encaixa em uma das categorias, e estou lendo um que se encaixa em outra. Eu quero ir atualizando esse post a cada leitura que se encaixe, e terminar a lista até o final do ano. Algumas eu vou ter que me esforçar um pouco para procurar, mas não vi nenhuma impossível. E vocês, se interessaram? Espero que sim :) Não esqueçam de comentar!

Boa leitura!

Desafio: Bout of Books 12

Bout of Books

   E lá vou eu com mais um desafio, mas dessa vez é uma maratona. O Bout of Books 12 acontece do dia 05/01 ao dia 11/01/2014, onde além das leituras também acontecem desafios, sorteios e um grande prêmio, que são opcionais. Como é um desafio estrangeiro, eu não verifiquei se posso receber algum prêmio, mas não é o meu objetivo no momento. Confiram a definição em inglês que consta no site oficial:

"The Bout of Books read-a-thon is organized by Amanda @ On a Book Bender and Kelly @ Reading the Paranormal. It is a week long read-a-thon that begins 12:01am Monday, January 5th and runs through Sunday, January 11th in whatever time zone you are in. Bout of Books is low-pressure. There are challenges, giveaways, and a grand prize, but all of these are completely optional. For all Bout of Books 12 information and updates, be sure to visit the Bout of Books blog. - From the Bout of Books team"

   Vocês podem conferir mais no blog oficial e se inscrever neste link.

   Agora, quanto às metas, eu pretendo fazer as seguintes leituras:

- Terminar "Jogador Nº 1", de Ernest Cline, que estou lendo no Kindle e estou atualmente em 4% de leitura.

- Ler Rosie Dunne, de Cecelia Ahern, que foi publicado no Brasil como Simplesmente Acontece, pela editora Novo Conceito.

- Ler os seis volumes do mangá O Senhor dos Espinhos, de Yuji Iwahara, que eu comprei completo e ainda não consegui ler. 



   Espero terminar essas leituras e talvez pegar mais alguma coisa, mas como coloquei um livro em inglês no meio, não sei se vou conseguir terminá-lo. E vocês, conheciam esse desafio? Vão participar? 


Boa leitura!

Desafio Literário Skoob 2015

 

   Gostei muito de participar do Desafio Literário Skoob de 2014 e resolvi participar esse ano também. Quero compartilhar com vocês os temas e os livros que pretendo ler, e convidar todos a participar também. As regras são as seguintes: não ler nenhum livro já lido, e ler dentro dos temas. Você tem que publicar a resenha no grupo do facebook do desafio. Para quem tem blog, pode-se publicar o link lá também, não esqueçam de conferir as regras ao entrar no grupo :)

Os temas são os seguintes:

JaneiroNovinho em folha (o último livro que você comprou/ganhou/baixou/pegou emprestado)

Comprei alguns livros que chegaram no finalzinho de dezembro, e entre eles estava Mary Poppins. Não costumo pegar livros emprestados, mas, com o Kindle Unlimited, eu peguei alguns com a Amazon, e pretendo ler Jogador nº 1.

- Mary Poppins, de P. L. Travers (Resenha);
- Jogador nº 1, Ernest Cline (Resenha).

Extras: Prodigy (Resenha) e Champion, de Marie Lu.

Fevereiro: Fantasia

- Winkie, de Clifford Chase (Resenha);
- Caçadores de Bruxas, de Raphael Draccon (Série Dragões do Éter #1). Não consegui ler :(

Março: Escritoras com ‘A’ maiúsculo (um livro escrito por mulher)

- O Jardim de Ossos - Tess Gerritsen;

Abril: Pega na mentira! (uma história que envolva mentira, falsidade, enganação)

- O Talentoso Ripley - Patricia Highsmith;
- Bela Maldade - Rebecca James

Maio: Língua-mãe (livros escritos originalmente em português)

- Juntos para sempre, de Walcyr Carrasco;
- O Sonho de Eva, de Chico Anes.

Junho: Casais (namorados, casados, separados, viúvos, etc)

- A Lua de Mel, de Sophie Kinsella;
- O Projeto Rosie, de Graeme Simsion.

Julho: Inverno (histórias que se passem em um lugar frio, capas que remetam ao inverno)

- Jardim de Inverno, de Kristin Hannah;

Agosto: Folclore e Mitologia

- Ouro, Fogo & Megabytes, de Felipe Castilho (O Legado Folclórico #1)
- A criança roubada, de Keith Donohue.

Setembro: Livros banidos (tem uma lista aqui para ajudar: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_livros_censurados)

- As Bruxas, de Roald Dahl;
- Fahrenheit 451, de Ray Bradbury.

Outubro: Terror

Novembro: Finados (personagens que têm que lidar com a morte – já ocorrida ou iminente)

- Na Companhia das Estrelas - Peter Heller

Dezembro: Ganhadores de prêmios (livros/autores vencedores do Jabuti, Nobel, Pulitzer, etc)

   Alguns meses ficaram sem livros pois estou tentando pegar livros que eu já tenha para ler, então ou não lembrei ou não achei nenhum da categoria, e vou decidir/comprar ao longo do ano. Estou muito feliz de participar e espero gostar das leituras que escolhi. E vocês, estão participando? Não esqueçam de comentar, por favor!

Boa leitura!

Sincerando 2014

 E para começar o ano, gostaria da fazer uma pequena retrospectiva sobre o ano de 2014 para o blog! Em primeiro lugar, uma lista das leituras que mais me marcaram esse ano:



Janeiro


A leitura que mais me marcou em Janeiro foi Um Dia, pois me fez refletir muito sobre várias decisões que fiz e viria a fazer. Comecei a ler sem muitas expectativas e talvez isso tenha feito toda a diferença.

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra): 







Fevereiro


Eu gosto muito de Orgulho e Preconceito, e estava muito ansiosa para ler mais obras da autora. Resolvi ler Razão e Sensibilidade e não me arrependi. Gostei da escrita, da história, da ambientação. É um livro que trata da sociedade e suas hipocrisias, mas traz heroínas fortes e cativantes.

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra)
Americanas, Cultura, Fnac, Saraiva, Submarino, Travessa.






Março


Esse livro abriu caminho para uma série que gostei muito, e mesmo sozinho me chamou muita atenção. A história é cativante, assim como os personagens, e o filme também não deixa nada a desejar.


Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra)
Americanas, Cultura, Saraiva, Submarino, Travessa.




Abril




Em Abril o livro destaque foi Coração de Tinta. Como leitora não tinha como não gostar de um livro onde livros se tornam vivos e personagens invadem a vida real, além de ter muita aventura e tensão.

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra) 
AmericanasCulturaFnacSaraivaSubmarinoTravessa.






Elfen Lied, de Lynn Okamoto

Esse mangá me marcou muito em Abril também, e infelizmente não consegui montar um post sobre ele. Quando li a sinopse e vi um pedaço do primeiro episódio do anime, não esperava que tivesse uma história tão bonita e profunda. 

Cheio de cenas violentas, ele é pesado para os leitores mais novos, mas recomendo fortemente aos que podem ler. Infelizmente ele não é publicado a muito tempo, então é um pouco difícil de achar, mas vale a pena e a editora deveria fazer uma nova tiragem.



Maio



De tantas biografias que li nesse mês, essa foi a que mais me marcou. Talvez por ser uma pessoa com tanta vida, que parecia ser super sincera e que precisou partir muito jovem, talvez por trazer tantos ensinamentos e força para todos que lêem.

Com certeza, além dos que a conheceram, cada leitor deste livro vai se lembrar dessa menina que conseguiu realizar vários sonhos e ser maravilhosa em tão pouco tempo.

Compre aqui: (você ajuda o blog com uma pequena porcentagem sem aumentar o valor da sua compra)
AmericanasCulturaFnacSaraivaSubmarino,
Travessa.





Love so Life, de Kouchi Kaede 

Outro mangá que me chamou muito a atenção (e que ainda não acabei de ler T.T), que conta a história de uma jovem menina que se envolve na vida de dois pequenos gêmeos da creche onde trabalha.

Muito fofo e cheio de cenas emocionantes, foi um mangá que ganhou um lugar especial no meu coração.




Junho


Ramayana


O livro que demorou meses para terminar de ler, mas que valeu cada segundo gasto, e que acabei não publicando sobre (vergonha). A lenda de Ramayana é uma história que conheci através de um desenho na infância e que me marcou desde então. O livro não poderia ser diferente.

Aproximando o leitor da cultura indiana, Ramayana é uma aventura maravilhosa, e que deve ser conferida por todos.







Prophecy, de Tetsuya Tsutsui

Prophecy foi um mangá que me chamou a atenção pela premissa: um misterioso homem aparece na internet prevendo crimes, que acontecem no momento previsto.

Cheio de referências tecnológicas e com personagens cativantes, prendeu minha atenção. Feito em três volumes, foi um alívio e uma tristeza terminar a série rapidamente. Já foi publicado há uns meses mas ainda é facilmente achado.


Sailor Moon, de Naoko Takeuchi

Já falei de um mangá para o mês de Junho, mas não podia deixar de comentar sobre Sailor Moon, que marcou minha infância e que comecei a ler quando a JBC começou a publicar aqui no Brasil.

Há muito anos atrás, quando era pequena e assistia o desenho, nme imaginava que existia mangá, quando mais um mangá da Sailor Moon, e confesso que não procurei saber quando cresci. Quando soube que existia e seria publicado aqui, fiquei muito animada para lê-lo.

Apesar de estar avançado, ainda é fácil achar os primeiros volumes.

Julho



Quicksand House - Carlton Mellick III

Uma grande surpresa para mim, foi o primeiro livro do gênero Bizarro Fiction que li. Gostei muito da narrativa e me surpreendi com alguns pontos do enredo.

O livro conta a história de dois irmãos que nunca conheceram seus pais e moram em um espaço fechado com sua babá. A comida e água vem de máquinas, que começam a quebrar, forçando os dois a se aventurar na perigosa casa onde moram.
Dororo, de Osamu Tezuka

Conheci Dororo através de uma adaptação cinematográfica e quando descobri que existiam quatro volumes publicados pela New Pop, comprei na hora.

Dororo conta a história de um misterioso samurai que não tem várias partes do seu corpo, e descobre que antes de nascer, um pacto foi feito com vários demônios que tomaram uma parte  de seu corpo para cada um. Ao matá-los, o samurai recebe a parte de volta, e parte em uma missão caçando todos os demônios para conseguir seu corpo de volta. Em uma dessa aventuras conhece Dororo, um pequeno menino que se apresenta como um famoso ladrão, e se junta a ele nessa viagem.


Agosto

Sweet Tooth - Depois do Apocalipse, 
de Jeff Lemire

Em Agosto nenhum livro se destacou, mas uma HQ me chamou atenção. Sweet Tooth se passa em um cenário pós-apocalíptico, em que uma doença se espalhou, que além de matar os seres humanos ainda fez com que as crianças nascessem com mutações de animais. O nosso protagonista, por exemplo, lembra um alce.

Cheio de questões existenciais e críticas à raça humana e à sociedade em geral, foi uma leitura que valeu muito a pena.




Setembro

Assassination Classroom, de Yusei Matsui

Novamente, não houve um livro destaque, mas esse mangá consegui me conquistar. Com uma história diferente do que costumo ler, o mangá é muito interessante.

Atualmente já está com três volumes publicados no Brasil e já li até o segundo.






Outubro


Confesso que o que me chamou atenção nesse livro foi a capa. Parece que a menina na capa pode virar a qualquer momento, é cheia de movimento.

Foi um livro que esperei muito que chegasse e que gostei muito. Infelizmente não foi traduzido ainda, mas o meu inglês não é muito avançado e não encontrei dificuldades.

Novembro




Me indicaram O Pacto há muito tempo, mas só resolvi ler depois que soube que estava para sair uma adaptação com Daniel Radcliffe como protagonista. 

Gostei muito da leitura, que foi bem diferente do que esperava e o enredo também me surpreendeu bastante.











Sou apaixonada por O Castelo Animado desde que vi o desenho, e não sabia que era baseado em um livro. Quando descobri que havia um livro, não conseguia comprar, e demorou meses para finalmente conseguir uma cópia.

Apesar de ainda amar o filme, gostaria que fosse mais fiel ao livro, pois gostaria de ver várias cenas ali adaptadas.






Dezembro


Como não poderia deixar de ser, o destaque de Dezembro foi Bakuman. Conquistou meu mês e minha mente com seus vinte volumes e meu desafio de publicar um post por dia. Foi cansativo, tinha dias que achei que não ia aguentar, mas valeu muito a pena. 

Não esqueçam de conferir os posts, sempre lembrando que os posts contém spoilers dos volumes anteriores. 




   Gostaria de agradecer a presença de vocês aqui no blog e na página do Facebook, pelos comentários e o apoio que me dão para continuar publicando aqui. Manter um blog é trabalhoso e cansativo, e junto com o trabalho e minha vida pessoal, às vezes fica complicado manter a mesma quantidade de posts, como vocês podem ver nesses últimos meses, nos quais publiquei muito menos.

   Prezo sempre a qualidade e prefiro não postar do que acabar publicando algo só para não perder o dia. Gostaria muito de aumentar a quantidade de posts e de publicar sobre outras coisas, mas muitas vezes não consigo escrever sobre o assunto que pretendo ou me sinto muito esgotada para isso. Publicar um post diariamente em Dezembro me mostrou que ao mesmo tempo que isso é possível e motivador, também é muito cansativo e não prático para mim.

   Agradeço pela paciência de vocês, que não me abandonaram quando o ritmo caiu, e espero poder continuar lendo e publicando aqui, pois é uma parte da minha vida que amo fazer e tenho orgulho de divulgar. Espero que 2015 seja um ano de mudanças positivas e que possa me dedicar mais ao que gosto. Tenho vários livros para ler, e me sinto triste toda vez que olho para os que não li ainda, mas quero muito ler. 

   O blog tem várias redes sociais, que vocês podem conferir na lateral do site, e elas estão sempre abertas para comentários, discussões e qualquer conversa que queriam ter sobre livros. Espero vocês lá :)

Obrigada por tudo, 

Sarah Sindorf.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...